Danúbio Azul vai cobrar tarifa média ponderada em linha suburbana Itapevi – São Roque

Foto: Flavio Alberto Fernandes / Ônibus Brasil

Artesp autoriza empresa a cobrar valor de R$ 5,10 daqui a 15 dias

ALEXANDRE PELEGI

A Artesp (Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo) deferiu pedido da Viação Danúbio Azul para praticar a tarifa média ponderada na linha suburbana entre Itapevi e São Roque (Autos 0211/ARTESP/2021).

Este valor corresponde na prática ao valor de R$ 5,10.

A autorização vale pelo prazo de até 90 dias, devendo a operação ser iniciada em até 15 dias a contar da data de publicação.

A permissão da Artesp foi publicada na edição do Diário Oficial do Estado desta quinta-feira, 09 de dezembro de 2021.

Portaria Artesp de 2003 define esse tipo de cobrança de passagem. Para linha de característica suburbana, a regra define que poderá ser fixado um único preço de passagem, “baseando-se, para tanto, na extensão média ponderada, relativamente ao número de passageiros transportados, mediante prévia e formal autorização da Artesp”.

Portaria nº 33, de março de 2020, que dispõe sobre os preços das passagens, cita em seu Artigo 5º a regra de 2003:

“Artigo 5º – Estão previstas na Portaria ARTESP DGR 02, de 22/01/2003, regras em relação aos descontos a serem praticados; cobrança por média ponderada; arredondamentos; diferenças entre itinerários; e seccionamentos tarifários na linha”.


Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. vagligeiro disse:

    Ou seja, não existe mais “setor” quando se cobra a passagem deste jeito. Os valores por setor estavam em torno de 4,80 a 5,30. Esta linha ela passa em um corredor com diversas linhas municipais em Itapevi e uma linha municipal em São Roque, e tal linha muitas vezes era usada por cidadãos locais dado a tarifa (por uma época, a tarifa da linha era mais barata que a linha municipal).

    Espero que quando se resolver o problema do tipo de cobrança futuro no cartão, que esta linha ganhe a cobrança baseada no uso metropolitano.

  2. Ivan disse:

    Bom diaa essa e a pior linha pra sao roque nao temos opcao de horarios onibus todos quebrado ….colocaram onibus velho na linha agora itapevi vcs mantem tudo certo ….poxa na linha sao roque a vargem grande paulista esta muito ruim imagina fica 2 hrs e meia no ponto esperando onibus que nem cadeirante consegui ir tudo quebrado e ainda da pessoa fisica cobrar 6.85 absurdo

    1. vagligeiro disse:

      Aparentemente (e infelizmente) a Danúbio parece considerar que há menos demanda na linha entre Cotia – Vargem Grande – São Roque do que na Itapevi – São Roque (esta última conta com possibilidade de uso ferroviário, enquanto que Cotia precisaria pegar outro ônibus para acessar cidades como Osasco e mesmo São Paulo). Para isso, nada que uma cobrança política não resolva – basta conversar com vereadores e secretários para cobrar a Artesp melhorias na linha.

      Para ligar Vargem Garnde Paulista a São Roque, salvo engano, existe um ônibus MUNICIPAL que para no pedágio que fica na divisa das cidades. Verifique se não há um ônibus municipal em Vargem Grande Paulista que ligue a divisa / pedágio e possa assim “integrar” com a linha municipal de São Roque.

      1. Dênis Douglas disse:

        A linha Itapevi é de longe a mais demandada, chuto que só as para Mairinque, hoje sob a RLC, possuem um fluxo comparável. Mesmo assim todas as linhas que a VIDA herdou deveriam ter uma frequência igual ou melhor do que pré-pandemia, não ultrapassando 55 min de intervalo.

        Sobre a tarifa, paciência, o valor menor ajudava a depender menos da BBTT, mas com os novos tempos os passageiros dos setores – o grosso da demanda- sentirão no bolso, principalmente com essa indefinição de cartões.

  3. waldemir Batista de Souza disse:

    Gostaria de entender esses cálculos da Danúbio azul, moro em Caucaia do Alto, distrito de Cotia, e a passagem só ônibus dentro do município são 5,65 como, não tem interligação com as demais linhas, desceu de um ônibus já paga o seguinte, é um assalto

Deixe uma resposta