GoBuss promete reunir vendas de passagens, suporte, marketing e assessoria jurídica em uma única plataforma para empresas de ônibus

Guilherme Guimarães em apresentação da parceria com a Transbrasil

Ferramenta deve ser lançada no início de 2022 e está em busca de empresas parceiras que queiram atuar no sistema interestadual da ANTT de forma regular

ADAMO BAZANI

A partir do início de 2022, o setor de transportes interestaduais de passageiros deve ter uma nova ferramenta tecnológica para empresas de ônibus e passageiros.

Chamada de GoBuss, a empresa se apresenta como uma startup que promete aprimorar os métodos pelos quais as viagens interestaduais de passageiros se desenvolvem atualmente e é formada por especialistas em transporte, tecnologia e legislação.

A empresa também diz que vem chamando atenção de empresários do ramo do transporte rodoviário de passageiros e de investidores, principalmente, por oferecer integração entre empresas que possuem linhas regulares e empresas de turismo que possuem veículos disponíveis para serem usados nestas ligações.

Por meio de nota, o CEO da empresa, Guilherme Guimarães, disse que não será oferecida apenas a plataforma de Market Place de vendas de passagens, mas outros serviços.

“Nossa atuação é ampla. Abrange, dentre outros, vendas de bilhetes, suporte ao cliente, marketing, e assessoria jurídico-administrativa para auxiliar as empresas parceiras em demandas judiciais ou perante a ANTT [Agência Nacional de Transportes Terrestres]”. – disse.

A tecnologia começou a ser criada em Brasília em 2019 e a empresa diz que firmou parceria com companhias de ônibus que possuem 26 linhas em todo o Brasil e atendem a aproximadamente 45 milhões de passageiros.

Uma destas parcerias, como mostrou o Diário do Transporte, foi com a Transbrasil, que opera rotas interestaduais e intermunicipais.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/11/16/transbrasil-anuncia-compra-de-onibus-busscar-dd-e-market-place-proprio-brasil-passagens/

Em sua página na internet, a Gobuss diz que está aberta para parcerias com mais empresas de ônibus, inclusive para operadores de turismo e fretamento que queira atuar de maneira legal nas linhas regulares.

Assim, a empresa diz oferecer:

– Estabilidade e segurança jurídica em operar linhas regulares e autorizados pela ANTT

– Consultoria com especialistas no transporte interestadual de passageiros

– Plataforma de vendas de bilhetes.

– Um serviço chamado BusBox, para transporte de cargas e encomenda que promete conectar pro meio de inteligência artificial os operadores a entregadores de mercadorias em todo país, transformando o bagageiro do ônibus em uma fonte de renda altamente rentável.

O portal é:

https://gobuss.me/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta