Greve do transporte coletivo de Teresina (PI) é suspensa após 14 dias

Entretanto, sindicato afirma que estão sendo feitos descontos na folha dos trabalhadores. Foto: Walisson Oliveira/Ônibus Brasil.

Nesta quarta (10), categoria retomou as atividades e passageiros voltaram a ser atendidos

WILLIAN MOREIRA

A paralisação dos trabalhadores que atuam no transporte coletivo de Teresina, no Piauí, foi encerrada nesta quarta-feira, 10 de novembro de 2021, com a retomada do atendimento e circulação dos ônibus.

O movimento, iniciado em 28 de outubro, não obteve o sucesso esperado pelo Sintetro (Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários do Piauí), já que as reivindicações não foram atendidas e os dias não trabalhados estavam sendo descontados.

A entidade informou que buscará em reunião com o SETUT (Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina) negociações para resolver a pauta da convenção de trabalho.

O sindicato das empresas de ônibus, como mostrou o Diário do Transporte, afirmou através de nota que já iniciou o pagamento das folhas que estavam atrasadas e que a assinatura do acordo será debatida em janeiro de 2022, mas que o setor também atravessa dificuldades financeiras.

Relembre:

Greve do transporte coletivo de Teresina (PI) entra no segundo dia nesta sexta (29)

Além do novo acordo coletivo é pedido pelo sindicato o pagamento de direitos trabalhistas e salários em atraso.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta