Diadema reajusta valor do contrato de implantação do corredor para ônibus Casa Grande

Foto: Ricardo Santos / Ônibus Brasil

Obras tiveram início em maio de 2019 com investimento de R$ 11,73 milhões de repasse do Governo Federal; após reajustes, valor sobe para R$ 14,2 milhões

ALEXANDRE PELEGI

A Secretaria de Serviços e Obras da prefeitura de Diadema, no ABC Paulista, publicou no Diário Oficial deste sábado, 07 de agosto de 2021, os reajustes que foram aplicados ao contrato do Corredor para ônibus Casa Grande.

As obras tiveram início em maio de 2019 com investimento de R$ 11,73 milhões (R$ 11.735.212,55) de repasse do Governo Federal e R$ 1,24 milhão (R$ 1.247.000,00) de contrapartida da Prefeitura. Relembre: Prefeitura de Diadema inicia implantação do corredor de ônibus Casa Grande

Uma primeira prorrogação foi feita até 10 de maio de 2020, mas com a ampliação da quarentena, houve nova suspensão, seguindo a data determinada pelo Governo do Estado de São Paulo, 31 de maio. Relembre: Diadema prorroga mais uma vez prazo para obras de corredor preferencial de ônibus por causa da pandemia

Entre as obras que permaneceram suspensas até aquele momento estava o corredor preferencial para ônibus Casa Grande, na Rua Rio de Janeiro e na Avenida Casa Grande.

Como mostrou o Diário do Transporte, a prefeitura autorizou em junho de 2020 a retomada de uma série de obras que tinham sido contratadas ou já iniciadas. Dentre elas a do corredor Casa Grande.

Na publicação deste sábado, 07 de agosto, a Secretaria de Serviços e Obras traz a publicação de três reajustes ao contrato, assinado com o Consórcio Corredor Casa Grande.

O Contrato inicial, firmado em 2017, sofreu um reajuste na época, após um ano da data da proposta (feita em 2017), válido a partir de maio/2019, que acresceu o valor do contrato em mais R$330.327,56, passando para R$12.065.540,11.

O segundo reajuste, válido a partir de maio de 2020, corrigiu o valor do contrato pelo índice SINAPI, em 2,24%, após dois anos da data da proposta. Com isso, o valor foi acrescido em mais R$272.322,79, passando para R$12.337.862,90.

Para o terceiro reajuste, válido a partir de maio de 2021, acertou o valor do contrato pelo mesmo índice, em 15,24%, após três anos da data da proposta. Com esse último reajuste, o valor do contrato foi acrescido em mais R$1.880.290,31, passando para R$14.218.153,21.

Segundo a Prefeitura, a obra do Corredor para ônibus Casa Grande envolve também reforço e adaptação de viário e calçadas, rampas de acessibilidade e duplicação das pistas da Avenida Casa Grande, no trecho entre as ruas Rio de Janeiro e Antônio Parreira.


Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Cleiton disse:

    Corredor na Casa Grande? Nunca nem vi!

Deixe uma resposta