Prefeitura abordou 14 mil ônibus em terminais da capital paulista para barrar o crescimento da variante Delta do novo coronavírus

Trabalhos podem ser intensificados; Na sexta-feira (09) começam a ser vacinadas pessoas com 25 anos; Interrupção de ciclo de queda de casos preocupa

ADAMO BAZANI

A prefeitura de São Paulo diz que, entre os dias 27 de maio e 29 de julho de 2021, realizou a abordagem em 14.615 ônibus rodoviários que chegaram pelos três principais terminais da cidade para tentar barrar o crescimento da variante Delta (identificada pela primeira vez na Índia) na capital paulista.

O balanço foi divulgado nesta terça-feira, 03 de agosto de 2021, em coletiva realizada pelo prefeito Ricardo Nunes, pelo secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido e equipe.

Ainda de acordo com a apresentação, em relação aos aeroportos, no mesmo período, 1.158 voos foram checados

Contando as barreiras sanitárias nas rodoviárias, aeroportos, terminais de cargas e terminais de ônibus urbanos/metropolitanos e de Metrô e CPTM, foram abordadas 328.440 pessoas, das quais 178 com sintomas comuns em casos de covid-19

VACINAÇÃO DE PESSOAS COM 25 ANOS:

A cidade atingiu a vacinação, ao menos com a primeira dose, de 83,8% da população que elegível para ser imunizada, com mais de 10 milhões de doses aplicadas.

Nunes anunciou a antecipação de vacinação para o público com 25 anos para esta sexta-feira, 09 de agosto de 2021.

O nível de ocupação nos hospitais da cidade está em 41% nas UTIs e 25% em enfermarias

O secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, alertou que os casos de síndrome respiratória aguda grave, que incluem a covid-19, estavam em queda, mas que nas últimas duas semanas pararam de cair e estão estáveis.

Este comportamento faz com que, segundo Aparecido, haja uma maior atenção sobre a variante Delta (identificada pela primeira vez na Índia) a cidade.

Na capital paulista, a variante Gama (P1, identificada pela primeira vez em Manaus), ainda é a prevalente.

O secretário diz que o município vai distribuir cerca de 500 mil máscaras N95 e acompanhar quem procurar os serviços de saúde com sintomas gripais.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta