SPTrans implanta pavimento de concreto em 79 paradas de ônibus; Restam 21

Material é mais resistente que asfalto para receber o peso dos coletivos em frenagem; Como mostrou o Diário do Transporte, o contrato para a prestação deste serviço, com duração de um ano, foi prorrogado e o prazo que ia até 20 de julho de 2021 passou para 31 de dezembro de 2021

ADAMO BAZANI

A SPTrans (São Paulo Transporte), gerenciadora do sistema de ônibus da capital paulista, divulgou nesta quinta-feira, 22 de julho de 2021, um balanço parcial sobre a troca de pavimento em paradas de ônibus na cidade.

De acordo com a gestora, os planos são de substituição de pavimento em 100 paradas, sendo que desde outubro de 2020, 79 já receberam material de concreto que é mais resistente ao peso dos ônibus em especial nas frenagens que o asfalto comum.

Pelas 21 paradas que restam, passam diariamente 129 mil passageiros.

Como mostrou o Diário do Transporte, o contrato para a prestação deste serviço, com duração de um ano, foi prorrogado e o prazo que ia até 20 de julho de 2021 passou para 31 de dezembro de 2021. O termo aditivo foi publicado no Diário Oficial da Cidade de São Paulo desta terça-feira (20).

Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2021/07/20/sptrans-estende-por-cinco-meses-prazo-para-troca-de-asfalto-por-concreto-em-paradas-de-onibus/

Segundo a SPTrans, em nota, entre os serviços também estão melhorias nas calçadas e guias.

Durante os trabalhos está sendo feita a substituição do pavimento de asfalto por concreto, ideal para trechos de tráfego intenso e repetitivo de veículos mais pesados, como os coletivos. Além disso, o serviço inclui a reforma dos passeios, guias, sarjetas e demais serviços complementares nas paradas de ônibus fora dos corredores segregados do sistema de transporte coletivo da capital, aumentando segurança e conforto para os passageiros.

Entre os locais que receberam o serviço, estão as paradas de ônibus na Avenida Celso Garcia, Rangel Pestana e Alcântara Machado. Os locais foram definidos de acordo com a localização de pontos de ônibus de grande movimentação.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta