BRT Rio registra mais de 60 acidentes por conversão proibida desde janeiro

O motorista que fez a conversão proibida teve ferimentos leves e foi encaminhado ao Hospital Lourenço Jorge. Fotos: Divulgação.

Na noite desta quinta (24), veículo de passeio provocou uma colisão nas proximidades da estação Guiomar Novaes, no Recreio dos Bandeirantes

JESSICA MARQUES

A Prefeitura do Rio de Janeiro, por meio da Equipe de Intervenção, informou que desde janeiro mais de 60 acidentes com veículos do BRT foram provocados por motoristas que fazem retornos improvisados (conversão proibida), em vez de usarem as pistas laterais e respeitarem os sinais de trânsito.

Na noite desta quinta-feira, 24 de junho de 2021, um veículo de passeio fez uma conversão proibida próximo à estação Guiomar Novaes, no Recreio dos Bandeirantes, e provocou um acidente com um BRT por volta das 19h. Com o impacto da colisão, o carro voltou para a pista de rolamento e atingiu outros dois automóveis. O motorista que fez a conversão proibida teve ferimentos leves e foi encaminhado ao Hospital Lourenço Jorge.

Em nota, a Equipe de Intervenção reforçou que uma batida “leve” pode tirar um articulado por um dia da operação. Se o acidente for mais grave, esse tempo aumenta para cerca de uma semana. Os trechos onde são registrados mais infrações são do Terminal Alvorada até o Pontal e em todo o corredor Transcarioca.

“Além do risco à vida das pessoas, os constantes acidentes impactam no planejamento e nos intervalos entre os serviços, afetando a operação com desvios, por exemplo. Nessas situações os articulados são obrigados a circular momentaneamente fora da sua pista, o que acarreta a diminuição da velocidade e a dependência do fluxo do tráfego fora da calha”, informou a Prefeitura, em nota.

“O BRT Rio faz campanhas permanentes em suas redes sociais alertando para os perigos da invasão à pista exclusiva e da conversão proibida, e reitera a conscientização necessária por parte de todos – motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres para evitar esse tipo de acidente”, detalhou também.

Em março deste ano, um acidente provocado por um veículo que invadiu a pista do BRT Rio deixou uma passageira morta e ao menos 35 pessoas feridas.

Relembre:

BRT Rio volta a operar após acidente que deixou uma passageira morta e ao menos 35 feridos

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta