Propostas para os sete mil ônibus do Caminho da Escola somam R$ 2,25 bilhões

Ônibus foram desenvolvidos num padrão mais adequado para transporte de estudantes em regiões de tráfego difícil; deslocamentos antes eram feitos apenas em ônibus antigos dispensados de sistemas urbanos, o que ainda ocorre em algumas cidades.

Como mostrou o Diário do Transporte em primeira mão, valores unitários dos modelos variam entre R$ 259,3 mil e R$ 542 mil

ADAMO BAZANI

Colaborou Alexandre Pelegi

O FNDE (Funda Nacional de Desenvolvimento da Educação) abriu prazo para eventuais recursos na licitação que envolveu sete mil ônibus para o Programa Caminho da Escola, destinado a melhorar os deslocamentos de estudantes, em especial do ensino básico em áreas de difícil acesso.

Como mostrou o Diário do Transporte em primeira mão nesta quarta-feira, 23 de junho de 2021, todos os lotes de modelos de ônibus receberam propostas de fabricantes interessadas em fornecer os veículos pelos próximos dois anos.

As propostas somam R$ 2,25 bilhões (R$ 2.252.141.800,00).

Os sete mil ônibus serão disponibilizados na medida em que as prefeituras e estados forem aderindo às compras do Caminho da Escola no ciclo que vai durar dois anos.

Foram consideradas como melhores propostas, em diferentes categorias de veículos, ofertas da Marcopolo (Volare / San Marino – Neobus), Mercedes-Benz, Agrale e Volkswagen.

Ainda estão sendo emplacadas as últimas unidades do ciclo anterior, de 2019.

As vendas do Caminho da Escola são consideradas importantes pela indústria de ônibus e, em momentos de crise, como o atual provocada pela pandemia de covid-19, garantem que a queda do mercado não seja ainda maior.

Já em bons momentos, o programa acaba fortalecendo as indústrias.

Apesar de os preços unitários não serem tão altos como em vendas menores, o volume chama a atenção dos fabricantes.

O Caminho da Escola foi criado pela Resolução nº 3, de 28 de março de 2007.

Além de ônibus, o programa financia lanchas e bicicletas.

Existem três formas para entes federativos adquirirem veículos do Caminho da Escola: – assistência financeira do FNDE no âmbito do Plano de Ações Articuladas (PAR), conforme disponibilidade orçamentária consignada na Lei Orçamentária Anual;

– recursos próprios;

– linha de crédito do BNDES (exceto para bicicletas).

Veja as propostas:

– 500 ÔNIBUS:  RURAL ESCOLAR – ORE ZERO (4X4)

Melhor Lance/Unitário: R$ 542.000,00

AGRALE MARRUÁ AM200 MO – AM 200 MO (PADRÃO FNDE), MICRO-ÔNIBUS COM TRAÇÃO NOS 04 (QUATRO) RODADOS (EIXO TRASEIRO E EIXO DIANTEIRO)

– 1200 ÔNIBUS: Ônibus Rural Escolar (ORE 1), comprimento total máximo de 7.000mm e capacidade de carga liquida de no mínimo 1500kg

Melhor Lance/Unitário: R$ 237.898,00

MERCEDES-BENZ DO BRASIL LTDA MODELO / VERSÃO: LO916 – ÔNIBUS COMPLETO

– 1000 ÔNIBUS:  RURAL ESCOLAR – ORE 1 (4X4) – ônibus rural escolar pequeno, com tração nos 04 rodados (eixo dianteiro e traseiro).

Melhor Lance/Unitário: R$ 362.200,00

SAN MARINO: MODELO / VERSÃO: V8L 4X4 ATTACK 8

– 1000 ÔNIBUS: Ônibus Rural Escolar (ORE 2) – comprimento total máximo de 9.000mm e capacidade de carga liquida de no mínimo 3000kg

Melhor Lance/Unitário: R$ 279.698,00

MERCEDES-BENZ DO BRASIL LTDA – MODELO / VERSÃO: LO916 – ÔNIBUS COMPLETO

– 2500 ÔNIBUS: ORE 3 – Ônibus rural escolar grande – comprimento 11.000mm, capacidade carga útil líquida mín 4.000kg

Melhor Lance/Unitário: R$ 317.998,00

VOLKSWAGEN- MODELO / VERSÃO: ORE3-VW15190ODR

– 400 ÔNIBUS:  Micro-ônibus acessível com carroceria tipo ONUREA PISO ALTO, comprimento total máximo de 7.000mm e capacidade de carga liquida de no mínimo 1500kg.

Melhor Lance/Unitário: R$ 259.328,00

MERCEDES-BENZ DO BRASIL LTDA MODELO / VERSÃO: LO916 – ÔNIBUS COMPLETO

– 400 ÔNIBUS: ÔNIBUS URBANO ESCOLAR ACESSÍVEL PISO BAIXO – com comprimento total de 7.000mm (tolerância de +10%), capacidade de carga útil de 1.500kg

Melhor Lance/Unitário: R$ 387.600,00

MARCOPOLO Fabricante: SAN MARINO- Modelo / Versão: VOLARE ACCESS

     

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Colaborou Alexandre Pelegi

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Os lances já estão incluídos carroceria e chassis?

    1. diariodotransporte disse:

      Sim, são valores finais. mas só uma indústria pode encabeçar por lote

Deixe uma resposta