Justiça dá prazo de 24 horas para a volta da operação do transporte coletivo em Limeira (SP)

Greve teve início nesta quinta (17). Foto: Jacy Emiliano/Ônibus Brasil.

Caso determinação não seja atendida, multa de até R$ 50 mil poderá ser aplicada

WILLIAN MOREIRA

A Fazenda Pública de Limeira, no interior paulista, concedeu nesta quinta-feira, 17 de junho de 2021, uma liminar que determina o retorno integral da circulação dos ônibus na cidade em até 24 horas.

A decisão direcionada à Sancetur, empresa operadora do serviço, foi concedida pela juíza, Sabrina Martinho Soares, atendendo um pedido do promotor Hélio Dimas de Almeida Junior, segundo informações do jornal da região, “Rápido No Ar”.

Caso não seja atendida a decisão liminar, uma multa de até R$ 50 mil poderá ser aplicada.

A determinação foi publicada após os trabalhadores da empresa interromperem as atividades como forma de protesto devido atrasos nos pagamentos e o receio de demissões.

Os rodoviários pedem que a Prefeitura de Limeira repasse um recurso financeiro por meio de subsídio para a Sancetur.

Relembre:

Rodoviários de Limeira (SP) iniciam greve de ônibus nesta quinta (17)

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta