Cuiabá (MT) terá 140 novos ônibus na primeira quinzena de julho

Carrocerias dos veículos estão sendo fabricadas pela Caio e Marcopolo. Foto: Atério Marcos / Divulgação.

Previsão foi divulgada pelo prefeito Emanuel Pinheiro nesta quinta (27)

JESSICA MARQUES

Cuiabá, no Mato Grosso, terá 140 novos ônibus no transporte coletivo durante a primeira quinzena de julho. A previsão foi divulgada pelo prefeito Emanuel Pinheiro nesta quinta-feira, 27 de maio de 2021.

Os veículos estão sendo fabricados pelas empresas Marcopolo (na cidade de Caixas do Sul-RS) e Caio Induscar (Botucatu-SP). Os chassis são das fabricantes Volvo, Iveco e Volkswagen Caminhões e Ônibus.

Após vistorias aos complexos industrias das fabricantes, o prefeito informou que ambas as encarroçadoras estão finalizando os processos para envio dos veículos à capital mato-grossense e o primeiro lote já se desloca para cidade.

“Com a entrega, Cuiabá passa a contar para o atendimento dos 260 mil usuários com uma frota com 60% dos ônibus com ar-condicionado. Todos os novos carros contarão também com wi-fi e adaptados a pessoa com deficiência. Outra novidade trata-se do filtro para manter o ambiente higienizado, reduzindo o potencial de disseminação do coronavírus”, informou a administração municipal, em nota.

Recentemente, a Caio realizou a entrega de 63 novos ônibus para a cidade. Neste caso, os veículos foram comprados pelas empresas Integração, Caribus e União Transportes.

Relembre:

Caio faz entrega de 63 novos ônibus em Cuiabá (MT)

Conforme o prefeito Emanuel, todos os ônibus são equipados com ar-condicionado e filtros fotoelétricos, devido à pandemia de covid-19. Os modelos contam ainda com iluminação interna e três itinerários eletrônicos em LED, e microcâmeras. Os ônibus possuem poltronas estofadas.

O chefe do Executivo ressaltou ainda que Cuiabá irá receber coletivos projetados para que a operação seja possível nas vias ou corredores exclusivos, contando com quatro portas, sendo duas no nível da rua ou avenida e duas no nível do corredor, além de elevador e rampa de acesso, tornando os veículos 100% acessíveis.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Informe Publicitário
Assine

Receba notícias do site por e-mail

Comentários

Comentários

  1. LEANDRO PAULO DA SILVA BOFF disse:

    Tomara que sejam ônibus novos mesmo
    Não carros antigos reaproveitados da feira de São Paulo. Pois o bairro não é vistos para aumento da frota
    Diferente do parque Cuiabá servido muito bem pela linha 609 e o Pedro 90 com a linha 711

Deixe uma resposta