Viação Piracicabana renova frota com 70 ônibus para fretamento

Modelo foi desenvolvido para fretamento

Entre os modelos, está o OF-1621, lançado no final do ano passado especialmente para este segmento que tem sustentado o mercado de ônibus no Brasil ao lado do Caminho da Escola

ADAMO BAZANI

A Viação Piracicabana, do Grupo Comporte, recebeu 70 ônibus novos para operações de fretamento.

De acordo com a empresa, são 25 unidades Marcopolo Ideale – Mercedes-Benz OF 1621 com ar-condicionado, 25 unidades Marcopolo Ideale – Mercedes-Benz OF 1621 sem ar-condicionado e 20 veículos Marcopolo Viaggio 1050 – Mercedes-Benz O 500 RS, de motor traseiro com ar-condicionado.

Para o fretamento contínuo, a maior parte das unidades será destinada ao transporte de trabalhadores de fábricas da capital paulista e da região do ABC, onde a empresa possui clientes como a Pirelli.

Todas as unidades possuem acessibilidade, por meio de plataformas, para pessoas com mobilidade reduzida; uma exigência legal para este tipo de veículo.

Os ônibus possuem motorização segundo os padrões Euro V para redução de emissões de poluição conforme determinação legal.

A pintura segue o padrão do Grupo Comporte e levam a marca da MobiFácil, plataforma de vendas de passagens do conglomerado de empresas.

O Grupo Comporte reúne, além da Piracicabana, como Breda, Empresa Cruz, Expresso União, Manoel Rodrigues, Princesa do Norte e Penha, entre outras companhias.

Como mostrou o Diário do Transporte, o modelo OF-1621/59, de motor dianteiro, foi apresentado em novembro de 2021, especialmente para o segmento de fretamento.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/11/18/em-primeira-mao-mercedes-benz-lanca-novo-chassi-para-onibus-de-fretamento-of1621/

O motor OM 924 LA do OF-1621 é o mesmo do OF-1721, com potência de 208 cv a 2.200 rpm, torque máximo de 780 Nm entre 1.200 a 1.600 rpm. O motor possui polia com canaleta adicional para acionamento do compressor do ar condicionado.

O balanço dianteiro (espaço entre o para-choque e o primeiro eixo) é mais curto que o OF-1721, passando de 2275 mm para 2125 mm.

Os tanques foram reposicionados para os entre-eixos de 5,95 m, o que permite também mais espaço para bagageiro e elevador para pessoas com mobilidade reduzida.

O chassi pode receber carrocerias de até 12,55 metros e ser configurado para 48 lugares.

A aposta no fretamento não é por acaso e, ao lado dos micro-ônibus do Caminho da Escola, tem ajuda a reduzir a queda no mercado de ônibus em geral.

O fretamento está entre os segmentos de transportes de passageiros que apresenta maior probabilidade de se recuperar mais rapidamente dos efeitos econômicos da pandemia de Covid-19, em especial o fretamento contínuo, como os serviços para indústrias.

Como medida de distanciamento social, necessário para evitar o crescimento da doença, muitas empresas optaram por reduzir a ocupação de cada ônibus, sendo necessários assim mais coletivos para transportar o mesmo número de trabalhadores .

Veja as imagens:

 

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Paulo Gil disse:

    Amigos, boa noite.

    Eu tenho algumas dúvidas:

    1) A Breda acabou?

    2) A Piracicabana azul e vermelho é só fretamento?

    3) A Piracicaba azul escuro e claro é só rodoviário?

    4) Ou é uma mistura total?

    Lembrando que a Manoel Rodrigues tinha de ser verde escuro e bege escuro e não azul.

    Se alguém puder me esclarecer, desde já eu agradeço.

    Não sou do da empresa, mas só gosto da Piracicabana pintada de azul escuro e claro.

    Att,
    Paulo Gil
    “Buzão e Emoção é a Paixão

  2. Alvino Ribeiro de Castro disse:

    Lindos!👏🏼👏🏼👏🏼… contrata meu marido pra trabalhar com vocês? 🙏

  3. Gilson fagundes pereira disse:

    Sou motorista quero trabalhar aqui em Brasília na piracicabana urbanu vcs pode me encaminhar?

Deixe uma resposta