Buser diz que Pix alcançou 20% do total de pagamentos das viagens

Empresas regulares como Grupo Garcia -Brasil Sul e Grupo Águia Branca também adotam forma de pagamento das passagens

ADAMO BAZANI

O aplicativo de ônibus rodoviários Buser informou nesta segunda-feira, 15 de março de 2021, que os pagamentos por meio do sistema Pix, do Banco Central, já representam 20% da comercialização das viagens.

A empresa diz que desde sua criação em 2017 já transportou dois milhões de passageiros, mas não informou a quantidade absoluta dos pagamentos por meio do sistema.

Em nota, a empresa que diz intermediar passageiros e companhias de ônibus de fretamento, informou que o Pix reduz os custos de comercialização.

Mas além de facilidade, segurança e rapidez nas operações, o PIX também vem representando uma grande economia à plataforma, além das centenas de pequenas e médias empresas de transportes que são parceiras do aplicativo, uma vez que a operação ocorre sem a necessidade de pagamento de taxas aos bancos, como ocorre nas transações por meio de cartões de crédito, débito ou boleto.

A economia mensal em taxas bancárias foi de cerca de R$ 50 mil ao mês, desde a implementação do sistema, que ocorreu no mesmo dia do lançamento pelo Banco Central.

O sistema de pagamentos Pix também tem sido usado também por empresas de linhas regulares com autorização da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres).

É o caso do Grupo Águia Branca, do Espírito Santo, que também aderiu ao Pic Pay.

As novas opções estão nas mais de 350 agências da empresa de ônibus credenciadas no Brasil.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/12/11/viacao-aguia-branca-passa-a-vender-passagens-de-onibus-com-pagamento-pelo-pix-e-pic-pay/

O Grupo Garcia-Brasil Sul, do Paraná, também aceita compra por meio de Pix em agências, pelo aplicativo ou pelo site.

A companhia também informou que adotou o Check-in Digital para agilizar os embarques.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/03/13/viacao-garcia-brasil-sul-comeca-a-aceitar-pagamento-por-pix-na-compra-de-passagens/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta