Acesso indevido de carros às pistas exclusivas do BRT Rio provocou 130 colisões em 2020

Veículo tombou entre as estações Embrapa e Mato Alto, em Guaratiba. Foto: Reprodução / Twitter.

Acidente por invasão à via exclusiva deixou uma passageira morta e ao menos 35 feridos nesta quarta (10)

JESSICA MARQUES

O BRT Rio informou nesta quinta-feira, 11 de março de 2021, que o acesso indevido de carros às pistas exclusivas do sistema provocou 130 colisões em 2020. O balanço foi divulgado após um acidente pelo mesmo motivo, que deixou uma passageira morta e ao menos 35 feridos nesta quarta (10).

Relembre:

BRT Rio volta a operar após acidente que deixou uma passageira morta e ao menos 35 feridos

Em nota, o BRT Rio explicou que, apesar de trafegar em velocidade inferior àquelas verificadas nas faixas para automóveis e ônibus urbanos, um articulado de 15 toneladas precisa de mais tempo e espaço para realizar a frenagem total, o que torna qualquer invasão nas pistas exclusivas ainda mais perigosa.
“Além do risco à vida das pessoas, os constantes acidentes impactam no planejamento e nos intervalos entre os serviços, afetando a operação com desvios, por exemplo. Nessas situações os articulados são obrigados a circular momentaneamente fora da sua pista, o que acarreta a diminuição da velocidade e a dependência do fluxo do tráfego fora da calha”, informou o consórcio, em nota.
“O BRT Rio faz campanhas permanentes em suas redes sociais alertando para os perigos da invasão à pista exclusiva e da conversão proibida, e reitera a conscientização necessária por parte de todos – motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres para evitar esse tipo de acidente”, detalhou também.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta