Diesel sobe pela 5ª vez e gasolina pela 6ª vez no ano nesta terça (09)

Além da falta de um fundo para conter estes aumentos constantes, políticas de socorro à manutenção dos serviços de mobilidade têm sido negadas pelo presidente.

Combustível de ônibus e caminhões acumula alta de 41,6% e a gasolina já soma reajustes de 54%

ADAMO BAZANI

O óleo diesel vai aumentar nesta terça-feira, 09 de março de 2021, pela quinta vez no ano e a gasolina terá o sexto aumento.

A notícia foi veiculada pela Petrobras no fim da manhã desta segunda-feira (08).

O combustível predominantemente usado em ônibus e caminhões terá aumento de R$ 0,15 por litro passando para R$ 2,86 por litro, em média. O reajuste é de + 5,5%.

Somente em 2021, o combustível acumula alta de 41,6%.

Já a gasolina vai para R$ 2,84 o litro, ficando R$ 0,23 por litro mais cara, em média, o que representa aumento de 9,2%.

Assim, este combustível, usado pelas famílias brasileiras, mas também por táxis, aplicativos de carros e serviços de entregas, acumula alta de 54% somente em 2021.

Os segmentos de transportes, tanto de cargas como de passageiros, têm reclamado da postura da gestão do governo Jair Bolsonaro.

Além da falta de um fundo para conter estes aumentos constantes, políticas de socorro à manutenção dos serviços de mobilidade têm sido negadas pelo presidente.

Não foi nada bem recebido entre os empresários dos setores de ônibus, trens e metrôs, o veto integral de Bolsonaro ao projeto de lei (PL) 3364/20 do deputado Fabio Schiochet que propunha um auxílio emergencial de R$ 4 bilhões para sistemas de transportes em cidades acima de 200 mil habitantes.

Para a decisão, Bolsonaro seguiu a manifestação do ministro da Economia, Paulo Guedes.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/12/10/bolsonaro-veta-o-socorro-de-r-4-bilhoes-para-os-transportes-publicos-e-preocupa-setor/

TOCA DE COMANDO

O presidente Jair Bolsonaro anunciou em redes sociais em  19 de fevereiro de 2021, que indicou um novo presidente para a Petrobras.

A indicação é do nome do general Joaquim Silva e Luna para o lugar do atual presidente da companhia, senhor Roberto Castello Branco.

Ainda é necessário que o Conselho de Administração da Petrobras aprove a indicação.:

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/02/19/bolsonaro-indica-novo-presidente-da-petrobras-apos-desgaste-por-aumentos-do-diesel-e-gasolina/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. JOSÉ LUIZ VILLAR COEDO disse:

    PARABÉNS PRA VCS OTARIOS QUE AINDA DEFENDEM ESSE CAMARADA SUA FAMILICIA E SEUS ASSECLAS COLOCAM ESSE SUJEITO COMO SE FOSSE UM “DEUS” ! POLÍTICO NENHUM PRESTA! NEM ESSE …NEM PSDORIAB E NEM O LULADRAO!

Deixe uma resposta