Ônibus de Santo André (SP) voltam a operar em horário normal a partir desta segunda (08)

Desde 27 de fevereiro, a operação dos ônibus de Santo André estava sendo encerrada às 22h. Foto: Adamo Bazani.

No fim de semana, circulação será até as 23h; município publicou decreto com regras para fase vermelha, que ficará em vigor até 16 de março

JESSICA MARQUES

Os ônibus municipais de Santo André, no ABC Paulista, voltaram a operar em horário normal a partir de segunda-feira, 08 de março de 2021. No fim de semana, circulação será até as 23h.

Contudo, a Prefeitura decidiu limitar o horário de funcionamento até 22h a partir de terça (09).

Relembre:

Ônibus municipais de Santo André interrompem circulação das 22h às 4h a partir desta terça (09)

A mudança para horário normal havia sido determinada porque no sábado (06) entram em vigor as restrições da fase vermelha do Plano São Paulo, determinadas pelo governador João Doria para tentar conter o avanço da covid-19.

Desde 27 de fevereiro, a operação dos ônibus de Santo André já estava sendo encerrada às 22h.

Relembre:

ENTREVISTA: ABC vai ter “lockdown” a partir das 21h e ônibus municipais deixam de operar às 22h

Em Santo André, por conta da fase vermelha, poderão funcionar na cidade apenas os serviços considerados essenciais, também seguindo a determinação de Doria. As regras de funcionamento das atividades foram publicadas nesta sexta-feira (05) em decretos do prefeito Paulo Serra.

O decreto municipal segue as determinações do Governo do Estado e considera o transporte coletivo como serviço essencial.

Confira o funcionamento de serviços e atividades essenciais

Entre os dias 6 e 19 de março, ficará suspenso o atendimento presencial em estabelecimentos comerciais da cidade. O comércio poderá funcionar apenas de portas fechadas, através de sistema de retirada, delivery ou drive-thru. Após as 20h está autorizado o funcionamento somente de sistema delivery, sem a venda de bebidas alcoólicas.

Alguns segmentos são considerados essenciais e, portanto, não terão as atividades suspensas durante a fase vermelha. Entre eles estão saúde (hospitais, clínicas, farmácias, clínicas odontológicas e estabelecimentos de saúde animal) e alimentação (supermercados, hipermercados, açougues, padarias, lojas de suplemento e feiras livres).

Também fazem parte da lista de atividades essenciais serviços de segurança pública e privada, construção civil e indústria, restaurantes e similares, comunicação social (meios de comunicação social executada por empresas jornalísticas e de radiodifusão sonora e de sons e imagens) e educação.

Outros setores essenciais são logística (estabelecimentos e empresas de locação de veículos, oficinas de veículos automotores, transporte público coletivo, táxis, aplicativos de transporte, serviços de entrega e estacionamentos) e abastecimento (cadeia de abastecimento e logística, produção agropecuária e agroindústria, transportadoras, armazéns, postos de combustíveis e lojas de materiais de construção).

São considerados também como essenciais: hotéis, lavanderias, serviços de limpeza, manutenção e zeladoria, serviços bancários, lotéricas, serviços de call center, assistência técnica de produtos eletroeletrônicos, bancas de jornais e atividades religiosas.

Para o funcionamento das atividades religiosas, de qualquer natureza, deverá ser observado o limite de 30% de ocupação da capacidade total.

Durante o período da fase vermelha, entre 20h e 5h, fica recomendada na cidade de Santo André a circulação de pessoas e veículos, apenas para os casos de necessidade, urgência e emergência.

Serviços públicos – O atendimento presencial nos órgãos públicos de Santo André ficará suspenso durante todo o período da fase vermelha, entre 6 e 19 de março. A medida vale para a Praça de Atendimento do Paço, Procon, Ouvidoria, postos SIM e Semasa.

Os serviços da Praça da Atendimento e dos postos SIM estarão disponíveis de maneira remota, pelos números 156 e 0800 019 1944. Outra opção é acessar o Portal de Serviços do Cidadão no site da Prefeitura de Santo André (www.santoandre.sp.gov.br). Solicitações relacionadas à zeladoria da cidade podem ser feitas pelo aplicativo Colab, disponível para sistemas Android e iOS.

O atendimento no Procon será feito pelo email procon@santoandre.sp.gov.br e o da Ouvidoria pelo endereço ouvidoria@santoandre.sp.gov.br.

Os serviços de resíduos sólidos da cidade, realizados pelo Semasa, como coleta porta a porta, varrição, recolha de animais mortos e remoção de resíduos de saúde seguirão normalmente. As Estações de Coleta também funcionarão em horário regular, com controle reforçado de entrada e saída de pessoas.

O atendimento presencial e telefônico do Semasa será suspenso temporariamente no período de 6 a 19 de março. As solicitações e os pedidos de abertura de Ordens de Serviço poderão ser realizados pelo site www.semasa.sp.gov.br ou pelo Fale Conosco (também disponível no portal da autarquia). Está interrompida a abertura de novos processos, em razão do fechamento do Posto de Atendimento.

A tramitação de processos de licenciamento ambiental do Semasa continuará normalmente. Para envio de documentos referentes a processos ambientais e mais informações sobre o funcionamento de todos os serviços do Semasa, basta acessar o site da autarquia.

Todos os parques da cidade ficarão fechados entre os dias 06 e 19 de março.

Educação – O retorno presencial das atividades escolares para a rede de ensino municipal e estadual ocorrerá de forma gradual em 22 de março, para os ensinos infantil, fundamental e médio. As escolas particulares, que estão funcionando desde 18 de fevereiro, estão autorizadas a manter as atividades presenciais, desde que seja respeitado o limite de 35% dos alunos matriculados.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Sueli disse:

    Reduziu horário do ônibus em Santo André a linha do Jardim Guarará 119 para cada 30minuto só tem um ônibus na linha é circular ele está demorando até 40 minutos pra chegar no terminal da Vila luzita precisa de fiscalização porque os fiscais não levanta da cadeira pra olhar tem sempre passageiro reclamando dessa linha os farol que ele pega para fazer a linha o 135 Sítios do Vianas também pega e não demora tanto a linha é até mais longa que a do Jardim Guarará 119

    1. Walter Domingues Filho disse:

      135 tm 2 ônibus , 119 o dia todo só um apartir das 17.40hs entra mais um .poderia ter 2 tbm o dia todo para diminuir o intervalo tem mtos passageiros q nem espera vai pegar outras linhas. q não é o ideal.

  2. Sandra Regina dos santos disse:

    Não entendo, na fazer vermelha as escolas municipais e estaduais não podem ter aula , mais as escolas particulares podem.A circulação de pessoas não pode ser após as 21:00 horas e porque os ônibus vão circular até às 24:00.
    Sem lógica, essa fazer vermelha.
    Ou todos ficam em casa ou cada vez mais aumentará os casos de covid.

  3. Cleber disse:

    Sugestão:T 27 condomínio Maracanã precisa de mais atenção,tanto no horário das 06:00 da manhã e 17:00 em diante ônibus super lotado e sem espaço pars se deslocar dentro,filas enormes dentro do terminal e sem espaçamento,tarifa alta e sem qualidade ao consumidor.

  4. Walter Domingues Filho disse:

    Medicos enfermeiros todos são da linha d frente , más todos se esquecem q antes deles está o motorista eo cobrador d onibus q leva todos para os hospitais e estão presos ao ambiente fechado junto com todos sem poder descer para respirar , ai eu pergunto e ninguém me responde , pq não vacina primeiro os motoristas eos cobradores primeiro ai as empresas não pode diminuir ônibus nos horários alegando q não estão preparados .ai tbm podem rodar em horário normal e com distanciamento d passageiros e não d um onibus do outro..

Deixe uma resposta