Diário no Sul

Porto Alegre (RS) proíbe transporte de passageiros em pé nos ônibus

Medidas foram divulgadas pelo prefeito Sebastião Melo, por meio das redes sociais. Foto: Reprodução.

Prefeitura também determinou ampliação do atendimento do transporte no horário de pico

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, proibiu o transporte de passageiros em pé nos ônibus. A decisão foi divulgada e entrou em vigor nesta quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021.

Na data, a administração municipal também determinou a ampliação do atendimento do transporte no horário de pico, incluindo realização de reunião extraordinária com os setores produtivos para avaliar possibilidade de acordo para escalonamento de horários.

As medidas foram anunciadas pelo prefeito Sebastião Melo, com o objetivo de “preservar empregos, manter abertas as atividades econômicas e conter o avanço da contaminação da covid-19 em Porto Alegre”.

Além disso, outras medidas foram anunciadas nesta quinta. Confira, na íntegra, as determinações:

1- Solicitação aos hospitais das redes pública e privada para abertura de todos os leitos possíveis, com a garantia de recursos por parte da prefeitura, conforme garantia de custeio afirmada pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello;

2- Proibição do transporte de passageiros em pé nos ônibus a partir desta quinta-feira e ampliação do atendimento do transporte no horário de pico, incluindo realização de reunião extraordinária com os setores produtivos para avaliar possibilidade de acordo para escalonamento de horários;

3- Fechamento dos museus e espaços culturais da prefeitura;

4- Determinação de trabalho remoto para todas as secretarias e órgãos da prefeitura, salvo setores de serviços essenciais de atendimento à população.

Aglomerações: Melo solicitará, ainda, ao governador Eduardo Leite a ampliação do horário de funcionamento dos supermercados, para evitar as atuais aglomerações verificadas diante do fechamento a partir das 20h, determinado pelo governo estadual.

Quanto às aglomerações em espaços públicos, o prefeito fez um pedido à população para que evite a permanência na orla e nos parques da cidade. Se forem verificados acúmulos de pessoas no fim de semana, Melo anunciou que fechará a orla a partir de domingo.

O prefeito também fez apelo à CBF para que altere o horário do jogo final da Copa do Brasil, marcado para este domingo, 28, das 16h para as 20h.

DECRETO ESTADUAL

As lojas de alimentação localizadas em rodoviárias no Rio Grande do Sul poderão funcionar depois das 20h, mesmo com o decreto 55.769 do Governo do Estado que amplia o horário da suspensão de atividades, para entre 20h e 5h, diariamente, até a manhã do dia 02 de março.

Confira abaixo as dúvidas esclarecidas pelo governo sobre o assunto:

Governo do RS tira dúvidas sobre restrições: Lojas de alimentação em rodoviárias estão liberadas depois das 20h

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta