Mercedes-Benz inicia 2021 com 1.100 novos postos de trabalho em São Bernardo do Campo (SP)

Empresa anunciou também que vai continuar ciclo de investimentos no país, com R$ 2,4 bilhões no período de 2018 a 2022. Foto: Gabriel Inamine/PMSBC.

Vagas já foram preenchidas e incluem 400 contratações temporárias, 500 efetivações de aprendizes do Senai e outras 200 recontratações de operários

JESSICA MARQUES

A Mercedes-Benz iniciou o ano de 2021 com cerca de 1.100 novos postos de trabalho em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista. Conforme informado pela fabricante alemã ao Diário do Transporte, as vagas foram preenchidas e atualmente não há nenhum processo seletivo aberto.

As contratações incluíram aproximadamente 400 contratações temporárias, 500 efetivações de aprendizes do Senai e outras 200 recontratações de operários.

“Em função de uma melhor perspectiva em 2021, a Mercedes-Benz reafirma sua confiança no país, onde atua há quase 65 anos. Nesse sentido, a fim de atender às demandas dos clientes, estamos criando mais de mil novos empregos para nossas fábricas de veículos comerciais, entre contratações temporárias e efetivações de aprendizes do Senai”, disse o presidente da montadora para a América Latina, Karl Deppen.

O município conta com uma legislação, desde 2017, que autoriza incentivo fiscal a empresas que promovam a geração e manutenção de empregos diretos no município. Os incentivos da lei contemplam as empresas participantes, mediante requerimento prévio, com desconto de até 30% no IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano).

Na visão do prefeito Orlando Morando, a decisão da Mercedes-Benz é resposta às políticas públicas implementadas pela administração municipal.

“Desde 2017, uma das nossas prioridades é estreitar o relacionamento com a iniciativa privada, desburocratizando e dando novo ritmo às decisões que vão mexer com a nossa economia. Apesar de o mundo estar vivendo crise econômica sem precedentes devido à pandemia causada pelo coronavírus, buscamos criar um ambiente estável e facilitador para atrair investimentos e garantir emprego e renda para nossos moradores”, disse, em nota.

A empresa, que neste ano completa 65 anos de atuação no Brasil, possui cerca de 10 mil colaboradores no país, sendo aproximadamente 8.500 na cidade do ABC Paulista.

São Bernardo do Campo é considerado um polo industrial, pois reúne a produção de montadoras como Toyota, Scania, Mercedes-Benz e Volkswagen.

INVESTIMENTOS

Em entrevista coletiva, Deppen anunciou ainda a manutenção do investimento de R$ 2,4 bilhões no Brasil até 2022. O ciclo teve início em 2018, conforme já noticiado pelo Diário do Transporte.

Relembre:

Mercedes-Benz anuncia que vai manter investimento de R$ 2,4 bilhões no Brasil até 2022

Do investimento programado de R$ 2,4 bilhões para o período 2018-2022, R$ 100 milhões foram entregues na segunda fase da Indústria 4.0, com a inauguração da Nova Linha de Cabinas de Caminhões, em fevereiro de 2019.

Mais R$ 100 milhões foram destinados à construção da Nova Linha 4.0 de Ônibus, inaugurada em setembro de 2020. Além disso, um total de R$ 1,4 bilhão foi aportado no desenvolvimento e produção dos extrapesados da família Novo Actros, caminhão da marca.

A partir de 2021, a empresa dará continuidade à modernização das linhas de agregados (câmbio, motor e eixos) em São Bernardo do Campo, também seguindo os conceitos da Indústria 4.0, além do desenvolvimento de novos produtos e serviços de conectividade até 2022.

Além do valor mencionado, a Mercedes-Benz do Brasil e a Bosch estão investindo R$ 70 milhões em conjunto (50% cada empresa) na construção do Centro de Testes Veiculares em Iracemápolis, no interior paulista, que irá atender diferentes empresas do setor automotivo.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Irenildo dos santos disse:

    Boa tarde tem uma de operador de empilhadeira eu trabalho em um mercado a quase dez anos

    1. ALEX disse:

      Tem sim ,passa no RH amanhã

  2. Adriano de Santana Cerqueira disse:

    Trabalhei numa montadora tem vaga para operador de produção?

Deixe uma resposta