Diário no Sul

Governo do Paraná anuncia empresa vencedora de licitação de ferry-boat da travessia Guaratuba-Matinhos

Foto: Arnaldo Alves / AENotícias (arquivo).

Três Mosqueteiros havia sido desclassificada, mas apresentou nova proposta de tarifa corrigida de acordo com o edital do certame

ALEXANDRE PELEGI

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER/PR) do Governo do Estado do Paraná finalmente anunciou nesta quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021, em publicação no Diário Oficial da União (DOU), que acatou a nova a proposta da única empresa participante da licitação de ferry-boat da travessia Guaratuba-Matinhos, a Três Mosqueteiros.

 


A Comissão de Julgamento havia analisado a proposta inicial de tarifa da empresa e a desclassificou, por descumprimento de vários itens do edital. Relembre:

Governo do Paraná desclassifica proposta de única empresa participante da licitação de ferry-boat da travessia Guaratuba-Matinhos

Com a recusa inicial, a Três Mosqueteiros teve oito dias úteis para apresentar outra proposta, “escoimada de defeitos e irregularidades”. Com a aceitação por parte da Comissão Licitante, o certame está concluído.

Desta forma, a empresa assinará agora contrato para explorar a Infraestrutura e prestar o serviço público de transporte coletivo aquaviário de veículos e passageiros na travessia da Baía de Guaratuba, na Rodovia PR-412.

HISTÓRICO

Por causa de decisão do Tribunal de Contas do Estado do Paraná, o DER havia suspendido o certame por tempo indeterminado (Sine Die) no dia 11 de setembro de 2020.

Em publicação no DOU de 27 de novembro, após ser revogada a medida cautelar do TCE-PR, o certame finalmente pode prosseguir, sendo marcado para 1º de dezembro do ano passado.

Apenas duas empresas participaram da Concorrência.

Após análise pela Comissão de Julgamento dos documentos de Habilitação, apenas a empresa Três Mosqueteiros Comércio e Navegação Eireli foi habilitada a prosseguir no certame.

Já a empresa F. Andreis Neto Eireli, atual concessionária do serviço, foi inabilitada pela Comissão, e não pode prosseguir no certame para a Sessão Pública de abertura de Propostas de Tarifas.

O contrato venceu em abril do ano passado, e foi prorrogado por mais um ano para que o governo pudesse licitar a concessão do ferry boat.

O DER/PR realizou uma consulta pública no início de 2020 para discutir a proposta da concessão e o edital da licitação.

O novo contrato terá prazo de 10 anos, e o valor estimado da contratação é de R$ 134 milhões.

O DER/PR anunciou em 11 de dezembro de 2020 o resultado da fase de habilitação da Concorrência Pública da licitação de ferry-boat da travessia Guaratuba-Matinhos. Relembre:

A fase de Abertura da proposta de tarifa foi realizada em 14 de janeiro de 2021, às 16h.

E somente nesta quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021, o processo finalmente foi concluído.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Cenira Faria disse:

    Deveria ser a licitação pra fazer a ponte!😡

  2. Luciano disse:

    CORRIGINDO… NÃO É TRAVESSIA GUARATUBA – MATINHOS. DO OUTRO LADO AINDA É GUARATUBA. A DIVISA ENTRE OS MUNICÍPIOS FICA CERCA DE 2 KM DO FERRY BOAT.

  3. João disse:

    Lamentavelmente essas concessões são todos balaios de gatos e ratos , quem paga sempre a conta é o povão, infelizmente nos colocam goela abaixo, até quando isso???

  4. Alessandro disse:

    Esse governador está se saindo um verdadeiro medíocre e hipócrita!!! Cadê a promessa de campanha ponte Guaratuba Matinhos??? Filho do Lula msm!!!

  5. Oliver disse:

    Em outros países em meses estaria lá uma vela e imponente útil ponte aqui bom aqui e Brasil

  6. Ibsen disse:

    Xiiiiiii
    Nem a PR-412 (Rod. Máximo Jamur) que corta a cidade de Guaratuba, ele conserta.
    Imagine fazer Ponte.
    O Paraná foi governado por Gatos e agora, por Ratos.
    Acha que vai dar alguma coisa?

  7. Nei de Assis disse:

    É assim que aprendemos a escolher nossos governantes.

  8. Luiz disse:

    Isso é uma
    Vergonha para o Parana

  9. Ana Maria Capriglione disse:

    O ideal seria a construção da sonhada ponte que viria facilitar o transporte inclusive das emergências médicas uma vez q Guaratuba depende do Hospital Regional de Paranaguá. Além do mais nosso litoral ė prejudicado em seu desenvolvimento.
    São duas coisas essenciais p nossa Guaratuba a construção da ponte e de um hospital q possua recursos p atender a população.

  10. Osvaldo Ribas disse:

    Continua a indústria do ferry boat. Tão lucrativa quanto os pedágios.

  11. Melissa Abdalla disse:

    o DER deveria fiscalizar as embarcações, passei por la neste final de semana (01/05) e fiquei preocupada com a péssima conservação dos Ferry-boats.

Deixe uma resposta