Leblon volta a testar ônibus de 15 metros da Volks, mas desta vez com passageiros, na Grande Curitiba

Capacidade pode ser para 115 passageiros

Veículo faz a linha entre Curitiba e Fazenda Rio Grande e pode transportar uma quantidade de passageiros 30% maior que um ônibus comum de motor dianteiro

ADAMO BAZANI

A Leblon Transporte de Passageiros voltou a testar o ônibus de 15 metros da Volkswagen que possui dois eixos direcionais na parte dianteira, mas desta vez, com passageiros.

O início do teste foi nesta sexta-feira, 12 fevereiro de 2021, com duração de 30 dias na linha F03-FAZENDA DIRETO, entre os terminais de Fazenda Rio Grande, cidade da região metropolitana, e Pinheirinho, na capital Curitiba.

Como mostrou o Diário do Transporte, em dezembro foram realizados testes pela empresa com o veículo transportando apenas simuladores de peso.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/12/04/leblon-testa-onibus-volkswagen-de-15-metros-trucado-na-dianteira/

Segundo a Comec (Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba), que gerencia o sistema, serão avaliados dados como desempenho, economia de combustível, emissão de poluentes, dirigibilidade, conforto e adequação ao trajeto.

O modelo é um intermediário entre os ônibus convencionais e os articulados.

Em média, um ônibus convencional transporta 85 passageiros e tem 13 metros de comprimento.

O veículo testado transporta 115 passageiros e tem até 15 metros.

Já um articulado tem capacidade para 140 passageiros e mede entre 18 e 20 metros.

Vale ressaltar que a capacidade dos ônibus pode variar de acordo com a configuração, como quantidade de portas, catracas e se os bancos são de fileira em dupla ou única.

A nomenclatura oficial do modelo é 22.280 ODS que tem suspensão a ar e capacidade para 115 passageiros entre sentados e em pé (dependendo da configuração interna).

Segundo a Volkswagen, o posicionamento da dupla de eixos na frente permite que o chassi alcance a capacidade de carga de 22 toneladas e, ao mesmo tempo, possibilite as mais diversas configurações, de acordo com a necessidade da operação.

O motor é MAN D08 de 277 cavalos e a transmissão é ZF de seis marchas.

A carroceria é Caio modelo Apache Vip IV.

No dia 12 de dezembro de 2019, o Diário do Transporte esteve na planta da Volkswagen Caminhões & Ônibus em Resende, no o Rio de Janeiro, experimentou o modelo.

No campo de testes da fabricante, o veículo apresentou um bom arranque e retomadas.

O tamanho e a configuração diferenciada impressionaram, mas no pequeno percurso testado, o veículo foi “delicado”, com bons encaixes de marchas e facilidade nas curvas.

Na ocasião, o gerente nacional de vendas de ônibus da companhia, Jorge Carrer, disse que até então 25 empresas operadoras em oito cidades haviam demonstrado interesse no modelo.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2019/12/12/onibus-de-15-metros-da-volkswagen-ja-e-procurado-por-25-empresas-de-oito-cidades/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta