ÁUDIO: Eu audiência no TRT, rodoviários se comprometem a não fazer greve no BRT Rio até dia 08

Ônibus do sistema de BRT do Rio

Nova assembleia deve ser realizada pela categoria que vai apresentar uma nova proposta às empresas de ônibus

JESSICA MARQUES/ADAMO BAZANI

Até pelo menos a próxima segunda-feira, 08 de fevereiro de 2021, o BRT do Rio de Janeiro não terá uma nova greve.

A informação é do presidente do Sindicato dos Rodoviários do Rio, Sebastião José da Silva, na noite desta terça-feira (02) em entrevista ao Diário do Transporte.

Segundo Sebastião, o compromisso foi firmado também nesta terça-feira em audiência no TRT (Tribunal Regional do Trabalho).

De acordo com o sindicalista, as empresas de ônibus que formam o Consórcio BRT Rio terão de fazer a parte delas, honrando os pagamentos em dia. Uma nova assembleia vai ser realizada para apresentar novas propostas ao Consórcio BRT – Rio

“Houve um entendimento com os empresários para eles cumprirem a obrigação deles e nós vamos fazer uma nova assembleia dia 08, na segunda-feira. Nós assumimos o compromisso de até a próxima assembleia, dia 08, não haver mais paralisação, mas a categoria vai se reunir para fazer uma nova proposta no dia 08. É isso o que ficou decidido a pedido do Ministério Público, para que o sindicato reúna o pessoal no dia 08 e faça uma nova assembleia. A empresa se compromete a cumprir tudo direitinho até o dia 08. É isso o que ficou acordado lá no processo, que ficou suspenso por 30 dias para que haja esse acordo com os funcionários do BRT, com o sindicato e com a empresa.” – disse

Ouça aqui

Como mostrou o Diário do Transporte, na segunda-feira (1º), os funcionários do BRT Rio de Janeiro pararam os três corredores do sistema: Transoeste, Transcarioca e Transolímpica.

Estações e terminais foram fechados.

Os profissionais querem que o Consórcio BRT Rio honre os compromissos com a categoria e pedem ainda melhores condições de trabalho.

O Consórcio comunicou no último sábado, 30 de janeiro de 2021, que não tem dinheiro para pagar a segunda parcela do salário de janeiro na próxima sexta-feira (05).

As empresas dizem que estão com dificuldades até para pagar o diesel dos ônibus.

Diante da audiência de conciliação no TRT (Tribunal Regional do Trabalho), os funcionários decidiram voltar às operações nesta terça-feira (02).

Por causa do encontro, foi suspensa a aplicação do 5º. Termo Aditivo assinado com o Sindicato dos Rodoviários que reduzia jornadas e salários em 50%.

Adamo Bazani e Jessica Marques, jornalistas especializados em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta