Paralisação do transporte coletivo em Presidente Prudente (SP) entra no segundo dia

Ônibus em Presidente Prudente

Empresa prometeu efetuar o pagamento até quarta (27)

WILLIAN MOREIRA

A greve dos trabalhadores que atuam no transporte coletivo na cidade de Presidente Prudente, no interior paulista, chega ao segundo dia nesta terça-feira, 26 de janeiro de 2021, com a possibilidade de ser encerrada até a quarta (27).

A empresa Prudente Urbano fez a promessa de pagar o adiantamento salarial completo e  a diferença de R$ 200 do vale-refeição, pago parcialmente.

Este foi um dos motivos de insatisfação dos rodoviários por não ter seus direitos quitados por completo, recebendo depósito de R$ 300 e não R$ 500 como previsto.

Uma liminar foi expedida determinando o retorno de parte da frota, considerando a paralisação de 100% dos coletivos ilegal.

O sindicato representante da categoria, por sua vez, alegou inicilamente desconhecer a greve, um movimento iniciado pelos próprios funcionários sem a participação da entidade.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta