Custo por passageiro de ônibus em São Paulo cai 5,8% com fim da gratuidade para idosos entre 60 e 65 anos, segundo SPTrans

Dado foi apresentado na reunião de conselho transporte e significa redução de R$ 0,44

JESSICA MARQUES
Colaboraram Adamo Bazani e Willian Moreira

O custo por passageiro de ônibus na cidade de São Paulo deve cair 5,8% com o fim da gratuidade para idosos entre 60 e 65 anos, segundo a SPTrans (São Paulo Transporte). O valor significa uma redução de R$ 0,44.

A informação foi divulgada durante a Reunião Extraordinária do CMTT (Conselho Municipal de Transporte e Trânsito). O encontro virtual foi realizado pela SMT (Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes) na tarde desta terça-feira, 29 de dezembro de 2020, com participação do Diário do Transporte.

Antes da publicação da lei que revogou a gratuidade para idosos nesta faixa etária, o custo por passageiro era de R$ 7,60. O valor seria pago como tarifa, segundo a SPTrans, se não houvesse subsídio às empresas de ônibus.

Relembre: Subsídios a ônibus em São Paulo acumulam R$ 3,29 bilhões e tarifa seria de R$ 7,60, diz gestão Bruno Covas, sem a complementação

Após a revogação desta gratuidade, o custo por passageiro passa a ser de R$ 7,16, conforme apresentado pela SPTrans durante a reunião do CMTT nesta terça. Isso porque os idosos de 60 a 64 anos passam a ser considerados público pagante, reduzindo o custo por usuário.

Em uma medida conjunta entre a Prefeitura da capital e o Governo do Estado de São Paulo, Bruno Covas e João Doria decidiram extinguir o direito à gratuidade no transporte coletivo para idosos entre 60 anos e 65 anos. A decisão foi publicada em 23 de dezembro de 2020.

Relembre: Gratuidade para idosos entre 60 e 65 anos é cancelada por Doria e Covas no transporte coletivo da capital e região metropolitana

RECUPERAÇÃO DE R$ 219,7 MILHÕES

Segundo a superintendente de Receita e Remuneração da SPTrans, Andréa Compri, em um ano com reflexos da pandemia de Covid-19, a previsão é de recuperar R$ 219,7 milhões em receita com a medida.

“Existiam 435 mil cartões ativos nos últimos 12 meses de gratuidade para idosos de 60 a 64 anos. Não é todo mundo que usa todo dia. Para calcular o impacto da receita que vai ser gerada, a gente contou cartões sem repetição em um dia útil”, disse.

“Na média por dia útil, 186 mil pessoas utilizam a gratuidade. Considerando esse número, a recuperação de receita seria de R$ 338 milhões em um ano sem pandemia e, em ano com pandemia, R$ 219,7 milhões”, explicou também, durante a reunião.

O objetivo do encontro realizado nesta terça foi apresentar informações sobre receitas, custos e subsídios do sistema de transporte público por ônibus da cidade de São Paulo.

Na ocasião, a secretária de Transportes da cidade de São Paulo, Elisabete França, afirmou que “não há previsão de aumento da tarifa” na capital.

Relembre:

Secretária de Transportes da capital paulista afirma que não há previsão de aumento da tarifa de ônibus

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Claudimeire disse:

    Um absurdo tirar do idoso um direito adquirido. Se a lei vigorar para quem ainda não recebeu o benefício td bem. Mas tem idosos que já utiliza do benefício a 4 ano e agora vai perder esse direito. Lastimável! Mário Covas, nunca apoiaria um absurdo desse.

  2. Cj disse:

    Esse prefeito é muito imoral…. primeiro aumenta em mais de 10 mil reais o seu salário e depois corta a gratuidade dos idosos no ônibus. Pro povo só ferro.
    Mas foi o povo paulistano que colocou ele( Bruno Dória), no poder e agora estão colhendo os frutos.

  3. edison lima disse:

    Ridícula essa atitude do Prefeito, o aumenta de salário dele, tudo bem né..canalha.

  4. Carlos disse:

    É mais barato e rápido o (APPS)UBER. Condições de transporte horrível sem nenhuma qualidade. Em plena Pandemia onde a População dessa idade mais Carente agora terá q pagar condução para que seja possível o aumento do Salário de 45% do prefeito e de seus Secretários em Plena Pandemia, aprova um valor desses. Se o Ministério Público fosse independente não deixaria Barato. Lembrando que elege o chefe do MP é o executivo. Economia assim é a mesma que economizou nas manutenção das Pontes e Viadutos que cedeu em 2018. R$ 70milhoes. Qualquer outro lugar (sério onde se cumpre leis)o Responsável pela tal economia estaria respondendo por improbidade Administrativa.

  5. WALTER Lourenço disse:

    Absurdo vergonha nojo melhor votar em ratos

  6. Cláudio Brito disse:

    Não foi por falta de aviso, quem conhece essa família COVAS, sabe do que eu estou falando.

  7. Cláudio Brito disse:

    Agora eu pergunto, o valor da passagem vai cair? O certo seria a passagem ficar em R$ 4,15, ou essa diferença vai para o bolso?

  8. Carlos disse:

    Covas e DÓRIA nunca andaram de ônibus…então os velhos que se danem…eles NÃO valem NADA como pessoas e tão pouco como POLÍTICOS.

  9. Paulo Roberto disse:

    Então sou motorista de onibus ,e concordo ,com a cobrança,pois a maoria destas pessoas ainda trabalham fora ganham vt e nao pagam passagem pq?Eu transporto um monte deles
    Todos os dias.
    Coletor de lixo NÃO quer pagar passagem
    Mendigo nao paga passagem
    Presidiario que foi solto nao paga passagem
    Desempregado nao paga passagem
    Qualquer pessoa em estado critico de saude ou financeiro nao querem pagar passagen ,entao fica facil para estas pessoas .
    Agora quanto as empresas de onibus que não um salario digno ao motorista ninguem fala nada.

  10. Paulo Roberto disse:

    O problema deste pais que as pessoas não sabem agir pela razão,so pela emoção,estão achando um absurdo isso que foi dicidido,mas
    Ninguem fez passeata ou tirou ou vai tirar prefeito quando almentaram o salário dele em 46 %cade o povo onde estão os quem vão as ruas defender Bolsonaro .

  11. Bruno disse:

    Tirando de um pobre para dar pro outro pobre?? O pobre se doando entre sí apenas para o rico ficar mais rico ! Mas é pior isso é papo pra boi dormir pra amenizar as criticas depois passa um tempinho eles aumentam mais a passagem

    1. JOSÉ LUIZ VILLAR COEDO disse:

      Como de costume! TEMOS QUE VOTAR NULO TODOS! SEM EXCESSAO ! E NULO PRA TUDO ! NÓS DIAS DE ELEIÇÕES … SIMPLESMENTE NEM SAIR DE CASA PRA VOTAR! Danem-se as consequências ! NÃO PODEMOS CONFIAR EM POLÍTICO ALGUM! Gente do MAL! Bolsonaro, Doria, Bruno Covas , Lula … TODOS SEM EXCESSAO ! MENTIROSOS ! SUJOS!

  12. Tania disse:

    Cadê o ministério público isso aí tá muito estranho o povo idoso agora tem que pagar passagem esse prefeito ladrão o salário dele aumentou

  13. JOSÉ LUIZ VILLAR COEDO disse:

    É o fim mesmo! Realmente O Senhor Jesus Esta Voltando mesmo! Satanas usa nossos politicos e os do estrangeiro como quer! Agora a Prefeitura de Caxias do Sul – RS “abraça” essa mesma m… ! pouca vergonha ! Bolsonaro, Doria, Bruno Covas e Lula! Tranqueiras ! Imorais ! PEDRAS DE TROPEÇO ! Bruno Covas não segue os passos do avô! Ainda me lembro do trabalho de Mário Covas com os necessitados ! Ele, o Franco Montoro e até o Quércia..e o “pinguço” Janio Quadros, tinham muitos defeitos ! Mas … o povo se dava bem ! Bem mais que hoje em dia!

  14. JOSÉ LUIZ VILLAR COEDO disse:

    A idade chega pra todos ! Independente da porcaria “falida” do SISTEMA PREVIDENCIÁRIO daqui! Ainda que haja mesmo alguns economia ou retorno de dinheiro aos caixas da Prefeitura por essa atitude … Não é moral isso! É arbitrário! Daqui a pouco… vao EXTINGUIR DE VEZ O CARGO DE COBRADOR / TROCADOR nos Ônibus Urbanos do Brasil todo! Até dos BIARTICULADOS! E ninguém vai fazer nada! País de bundas-moles! Deslumbrados, beberrões de cerveja e pinga e de covardes!

  15. JOSÉ LUIZ VILLAR COEDO disse:

    #forabolsonarodoriabrunocovaselulaedilmapresosja

  16. Thiago Viana Alves disse:

    Isso é uma vergonha tirar o direito do bilhete único para os idosos.
    A minha mãe tem 62 anos e precisa do bilhete, agora o Bruno covas e o João dória quer tirar esse direito.
    Garanto que se fosse a mae deles eles não iam fazer isso.
    Quando estava fazendo propaganda eleitoral eles não falaram isso né.
    Agora que ganhou quer ficar por cima da carde seca!
    Tudo um bando se CORRUPTO.

    1. jorge samuel nicolau disse:

      esses caras não tem mãe não FDP

  17. marlene disse:

    Prezado prefeito Covas, que injustiça está sendo feita com os idosos que tanto necessitam do transporte para seu transporte à médicos, laboratórios etc… A grande maioria recebe salário mínimo. o pagamento da passagem vai mexer com o seu orçamento que já é tão pouco. O que aconteceu? Que decepção!! Seu avô lançou esta Lei para proteger o idoso. Eu vejo com tristeza muitos deles desesperados com a situação.

  18. nivaldo disse:

    Gostaria de manifestar o meu repudio com relação a situação do direito retirado pois esses dois pilantras covas e doria deram um presente de natal as pessoas que precisam destes beneficios e porque foi tirado após o pilantra do covas conseguir ser eleito deveria ter colocado isto no seu plano de governo pois não fez com medo de perder a eleição.Agora vamos aguardar que um desses vereadores eleitos possam ter a coragem de enfrentar esta decisão ou tambem vão ficar do lado do pilantra.

  19. Dizer que o custo da passagem vai cair em 5,8% implica em dizer que mais de 5,8% dos passageiros dos ônibus têm entre 60 e 65 anos. Está aí uma mágica que gostaria de ver sua demonstração. Por que mágica? É um “número tirado da cartola”! Que o atual alcaide e o governador têm valia duvidosa, qualquer um sabia. Descontar isso dos idosos (aparentemente) tem pouco impacto, pois a população idosa é minoria. Mas, se vale um recado, população idosa VOTA e tem filhos e netos que TAMBÉM votam. Covas foi eleito (não reeleito, pois era vice do outro que mentiu, dizendo que não renunciaria – hábito do PSDB) porque não tinha concorrentes. Votos brancos, nulos e abstenções venceram o pleito municipal – está dado o recado, certo Dr. Bruno? Mas o que importa é trancar a cidade e assistir final da Libertadores no Rio de Janeiro.

Deixe uma resposta