Ministério Público do Trabalho investigará acidente com ônibus em Taguaí (SP)

Ônibus que transportava os funcionários da empresa de confecção após a colisão. Foto: Divulgação Corpo de Bombeiros

Objetivo é esclarecer responsabilização de acidente de trabalho dos empregados da Stattus Jeans por ter socorrido no deslocamento para o serviço

WILLIAN MOREIRA

O MPT (Ministério Público do Trabalho) em Sorocaba, no interior de São Paulo, autuou na tarde dessa quarta-feira, 25 de novembro de 2020, uma representação contra a empresa Stattus Jeans Industria e Comércio Ltda. e a empresa de ônibus Star Fretamento e Locação Eireli –EPP. O objetivo é investigar as responsabilidades no acidente que vitimou 41 trabalhadores em Taguaí.

O acidente ocorreu na Rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho (SP-249) entre um caminhão e um ônibus rodoviário nessa quarta-feira (25). O veículo transportava os funcionários da empresa de confecção.

Em paralelo à ação do MPT, a Polícia Cívil instaurou um inquérito para investigar as causas do acidente. Dentre as possibilidades apuradas estão uma ultrapassagem mal sucedida em local proibido ou falha mecânica do ônibus, como relatado pelo motorista.

Leia também: Com consulta da Artesp, regras sobre fretamento serão mais rígidas, diz Vinholi

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta