Prefeitura do Rio de Janeiro multa Odebrecht em R$ 33,6 milhões por irregularidades em obras do BRT Transoeste

Segundo a administração municipal, houve danos financeiros na construção do corredor de ônibus articulados entre Barra da Tijuca e Santa Cruz. Foto: Divulgação / BRT Rio.

Empreiteira tem 30 dias para realizar pagamento

JESSICA MARQUES

A Prefeitura do Rio de Janeiro aplicou uma multa de R$ 33,6 milhões à construtora Odebrecht. Segundo a administração municipal, a sanção foi realizada como forma de ressarcimento ao município por parte dos prejuízos causados aos cofres públicos nas obras do corredor Transoeste do BRT, realizadas na gestão anterior.

Em investigação iniciada no atual governo, foram comprovadas irregularidades em trechos da obra entre a Barra da Tijuca e Santa Cruz.

Relembre:

Ex-secretário diz que Eduardo Paes recebeu propina da Odebrecht na construção do BRT Transoeste

O prazo de pagamento é de 30 dias, a contar da publicação da medida no Diário Oficial do Município, o que ocorreu na terça-feira, 17 de novembro de 2020.

A OEC discorda da decisão anunciada pela Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro e tomará as medidas cabíveis nos âmbitos administrativo e judicial”, informou a empresa, em nota ao Diário do Transporte.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta