Hino e TRATON se unem para desenvolver ônibus e caminhões elétricos

Ônibus da MAN (branco) e da Hino (Azul)

Empresa japonesa também fez parceria com a chinesa BYD para produzir veículos pesados não poluentes

ADAMO BAZANI

A fabricante japonesa Hino e a gigante de veículos pesados TRATON (MAN, Volkswagen e Scania) anunciaram a criação de uma joint venture para desenvolver e produzir ônibus e caminhões elétricos a bateria e a hidrogênio, bem como estruturas de recarga, abastecimento, softwares e equipamentos de tração e gerenciamento de operação e consumo.

De acordo com comunicado em conjunto dos dois grupos empresariais na última semana, será formada uma equipe de especialistas avançados que vão iniciar as atividades em Södertälje (Suécia) e em uma segunda etapa em Tóquio (Japão). A TRATON e a Hino se unirão para reduzir os prazos de entrega de futuros produtos de mobilidade eletrônica com bateria e tecnologia de célula de combustível.

Em 2018, Hino e TRATON já tinham assinado um acordo, visando na época uma parceria estratégica de longo prazo para veículos pesados não poluentes.

Ambos os grupos estabeleceram uma joint venture de aquisição em 2019 e agora solidificaram a colaboração em mobilidade elétrica. As empresas concordaram em explorar as capacidades uma da outra e investigar outras possibilidades de colaboração em outros campos futuros da tecnologia.

Por meio de nota, o presidente e CEO da Hino Motors, Ltd., disse que um dos focos é desenvolver VEs (Veículos Elétricos) em conjunto com a TRATON.

“Estou muito satisfeito por poder seguir nossa joint venture de aquisição e incorporar ainda mais nossa sinergia com a TRATON em e-mobilidade, ajudando a reduzir as emissões globais de CO2 e lutando contra o aquecimento global. Vamos combinar nossas forças como fabricantes líderes de veículos comerciais para oferecer VEs com o maior valor para os clientes, por meio do planejamento conjunto de Ves comerciais. “

Já o CEO da TRATON GROUP, Matthias Gründler, disse que a parceria com a japonesa é essencial na meta do grupo para ampliar sua participação no segmento de veículos elétricos de grande porte, como ônibus e caminhões.

“A missão da TRATON é equilibrar cuidadosamente os interesses de Pessoas, Planeta e Desempenho. Esta nova joint venture com nosso forte parceiro Hino é nosso próximo passo importante na eletrificação, levando nossa missão mais adiante.” Gründler reiterou a meta do TRATON GROUP de investir 1 bilhão de euros até 2025 em eletrificação.

HINO COM BYD:

Como mostrou o Diário do Transporte, no dia 21 de outubro de 2020, a chinesa BYD Auto Industry Co., Ltd (BYD) e a japonesa Hino Motors, Ltd. (Hino) anunciaram a criação de uma empresa com o objetivo de desenvolver novos modelos de veículos elétricos de grande porte a bateria.

Cada empresa terá 50% de participação no negócio.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/10/21/chinesa-byd-e-japonesa-hino-assinam-acordo-de-criacao-de-nova-empresa-para-produzir-onibus-e-caminhoes-eletricos/

A japonesa Hino Motors é uma subsidiária da Toyota Motor Corporation e uma das 16 maiores empresas do Grupo Toyota.

A empresa, sediada em Hino-shi, Tóquio, produz caminhões e ônibus, veículos comerciais leves, veículos de passageiros (encomendados da Toyota Motor Corporation), vários tipos de motores, peças sobressalentes, entre outros equipamentos.

A origem da companhia é em 1910 com o nome de Tokyo Gas Industry Co., Ltd. Em 1930 fez o primeiro modelo de ônibus e, em 1950, fez o primeiro trólebus do Japão.

Atualmente, a Hino possui quase 35 mil trabalhadores diretos.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta