Doria remaneja R$ 90 milhões do orçamento para pagar funcionários da CPTM

Crédito adicional será para atendimento de Despesas com Pessoal e Encargos Sociais da estatal. Com pandemia, receitas da companhia caíram

ADAMO BAZANI

O governador de São Paulo, João Doria, autorizou o remanejamento de R$ 90 milhões do Orçamento do Estado deste ano para o pagamento de funcionários.

A abertura do crédito adicional, para complementar o orçamento da companhia já previsto para este ano, foi publicada oficialmente nesta quinta-feira, 29 de outubro de 2020.

O recurso é para o atendimento de Despesas com Pessoal e Encargos Sociais.

A CPTM anualmente tem um orçamento previsto que pode ir se alterando ao longo do ano, entretanto, em 2020, a empresa estatal foi atingida pelos efeitos econômicos da pandemia de Covid-19.

No pico da doença no Brasil, a demanda de passageiros caiu mais de 60%, mas a frota sempre precisou ser em percentuais maiores para tentar reduzir excesso de lotação.

Os efeitos do decreto 65.279 são retroativos a 14 de outubro de 2020.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta