Prefeitura de Maricá (RJ) prorroga contrato emergencial de transporte com a Viação Nossa Sra. do Amparo

Publicado em: 23 de setembro de 2020

Após período emergencial, linhas da Amparo serão substituídos pelos tradicionais vermelhinhos. Foto: Evelen Gouvêa

Contrato atual vence em 31 de outubro e seguirá até janeiro de 2021

ALEXANDRE PELEGI

Em comunicado oficial expedido pela SECOM – Secretaria de Comunicação, a Prefeitura de Maricá, no Rio de Janeiro, informa que fará uma prorrogação emergencial do contrato de concessão de transporte público com a empresa Nossa Senhora do Amparo.

O contrato, ainda em caráter emergencial, termina no dia 31 de outubro próximo, e será prorrogado por 3 meses, até janeiro de 2021.

A prefeitura justifica a prorrogação devido à pandemia da Covid-19.

Após esse período, as linhas municipais da Viação Amparo serão substituídas pelos “vermelhinhos”, transporte gratuito para a população e que estará disponível em todos os bairros no município.

A Empresa Pública de Transportes (EPT) de Maricá lançou em 2013 o programa Tarifa Zero, com os populares ônibus vermelhinhos. Em junho deste ano, como mostrou o Diário do Transporte,

Em junho deste ano, após liberação do TCE, a Viação Nossa Senhora do Amparo anunciou que vai fornecer 37 ônibus, além dos motoristas e combustível, para a operação do serviço na cidade, substituindo o contrato anterior que foi firmado em caráter emergencial. Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2020/06/03/prefeitura-de-marica-rj-assina-novo-contrato-para-transporte-coletivo/

Nota da Prefeitura:

Em função da pandemia da Covid-19, que obrigou todas as prefeituras a refazerem as suas prioridades orçamentárias no ano de 2020, a Prefeitura de Maricá fará uma prorrogação excepcional do contrato de concessão de transporte público com a empresa Nossa Senhora do Amparo por 90 dias. A Prefeitura está tomando todas as providências legais para isso.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta