Metrô de SP quer implantar projeto piloto de sistema remoto de monitoramento coletivo de temperatura corporal e detecção do uso de máscaras

Metrô de Salvador opera com câmeras que são capazes de identificar pessoas em estado febril. Foto: Divulgação

Companhia faz Chamamento Público para ferramenta de inteligência artificial que deverá ser desenvolvida para estações, pátios, edifícios administrativos e CCO da Companhia

ALEXANDRE PELEGI

O Metrô de São Paulo publicou aviso de chamamento público para que empresas possam apresentar Proposta de Interesse para a implantação de projeto piloto de sistema remoto de monitoramento coletivo de temperatura corporal e detecção do uso de máscaras.

O Aviso foi publicado na edição do Diário Oficial do Estado deste sábado, 20 de junho de 2020.

O projeto deverá ser operado com ferramentas de gestão e inteligência artificial nas estações, pátios, edifícios administrativos e Centro de Controle Operacional – CCO da Companhia.

Os novos tempos exigem maior segurança para os passageiros do transporte coletivo. A pandemia de Covid-19 começa a exigir das empresas de transporte de massa a adoção de protocolos de higienização e sanitização cada vez mais rigorosos e completos.

Além disso, o uso de máscara e a detecção rápida de possíveis infectados passa a ser uma exigência.

Como mostrou o Diário do Transporte, a companhia estuda utilizar um sistema de medição de temperatura em massa dos passageiros. O “exame” seria feito nos bloqueios (catracas).

A informação partiu do presidente do Metrô de São Paulo, Silvani Alves Pereira, na noite desta quinta-feira, 18 de junho de 2020, em live com o ex-secretário de transportes metropolitanos e diretor da UITP América Latina, Jurandir Fernandes.

Segundo Silvani, já foi contatada uma empresa para saber sobre a viabilidade do sistema. Relembre: Metrô de São Paulo estuda medição de temperatura em massa dos passageiros

As propostas dos interessados em participar do Chamamento Público deverão ser entregues no endereço Rua Boa Vista, 175 – Bloco B, 3º andar, a/c da Gerência de Contratações e Compras – GCP, até às 17h00 do dia 22/07/2020.

O Chamamento Público na íntegra está disponível gratuitamente no site da Companhia do Metrô, http://www.metro.sp.gov.br, a partir de segunda-feira, 22 de junho de 2020.


chama_temp


Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. vagligeiro disse:

    NÃO EXISTE SISTEMA 100% PERFEITO PARA TAL.

    A melhor forma para isso é apenas presencial com fiscalização e patrulhamento.

    Além do mais, sistemas de reconhecimento eletrônico muitas vezes são usados para invasão de privacidade e prejudicar pessoas.

    Uma campanha de disponibilização de máscaras, aliado a patrulha mais efetiva dentro dos trens, com até presença da PM e requalificação dos serviços de segurança (e quem sabe a adoção de uma “Polícia ferroviária” seria muito mais relevante.

Deixe uma resposta