Deputados da Alesp rejeitam emendas à antecipação do feriado de “9 de julho” e confirmam texto original de Doria

Publicado em: 22 de maio de 2020

Cidades do interior também deverão seguir o feriado antecipado

Todas as cidades deverão seguir feriado no dia 25 de maio

ADAMO BAZANI

Os deputados da Alesp – Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo negaram todas as emendas ao PL Projeto de Lei n° 351/2020, do governador João Doria, que antecipa o feriado de “9 de Julho” (Revolução Constitucionalista de 1932) para segunda-feira, 25 de maio de 2020.

Com isso, o feriado antecipado está confirmado com o texto-base do PL de Doria.

Como mostrou o Diário do Transporte, na madrugada desta sexta-feira, 22 de maio de 2020, o texto foi aprovado, mas faltavam as emendas.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/05/22/fferiado-antecipado-de-9-de-julho-para-segunda-feira-e-aprovado-na-alesp/

A votação das emendas ocorreu entre a manhã e o início da tarde desta sexta-feira e não haverá nenhum acréscimo ou alteração ao projeto original. Entre as emendas que foram rejeitadas estava até mesmo a proposta de um lockdown de 15 dias.

Em redes sociais, as imagens do Diário Oficial apenas da proposta do fechamento foram compartilhadas de forma errada como se fosse algo já aprovado, o que não era verdade, confundindo muita gente.

Também não foi aprovada a emenda que estipulava a obrigação de barreiras sanitárias nas rodovias, para impedir a movimentação de turistas. As barreiras são apenas opções de cada município.

Com o Projeto de Lei n° 351/2020, que antecipa o feriado civil de 9 de julho para a próxima segunda-feira, o governador pretende aumentar o índice de isolamento social. Desta forma, o objetivo é reduzir a proliferação do novo coronavírus e as mortes pela Covid-19.

Até o momento, não há vacinas contra o novo coronavírus, causador da doença, nem remédios que sejam consenso entre os médicos, sequer a hidroxicloroquina.

O isolamento social no Estado de São Paulo tem ficado abaixo dos 50%, de acordo com o sistema de monitoramento por celulares, enquanto que o Comitê de Combate à Covid-19, formado por especialistas, considera como aceitáveis índices superiores a 55% e, ideias, acima de 70%.

Passageiros dos transportes públicos devem estar atentos já que, por causa do feriado antecipado, haverá diminuição de frotas de ônibus, trens e metrô.

O feriado antecipado deve ser seguido pelos 645 municípios paulistas por ser uma lei estadual, diferentemente do que ocorreu nesta semana, com a antecipação por parte da capital do Corpus Christi (11 de junho) para quarta-feira (20 de maio) e do Dia da Consciência Negra (20 de novembro) para quinta-feira (21 de maio) com ponto facultativo na sexta-feira (22 de maio).

A maioria das cidades da Grande São Paulo, do interior e do litoral não seguiu a capital paulista.

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, antecipou os feriados de Consciência Negra e Corpus Christi para quarta e quinta-feira, com ponto facultativo na sexta-feira, após aprovação pela Câmara Municipal, com o mesmo objetivo.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. RodrigoZika disse:

    Perda de tempo, só faz o povo querer viajar pra fora da cidade.

Deixe uma resposta