SPTrans registra queda de total de passageiros em uma semana, mas algumas linhas ainda estão lotadas nos horários de pico

Publicado em: 19 de abril de 2020

Lotações em ônibus de São Paulo ainda ocorrem mesmo com pandemia

Segundo gerenciadora, redução foi de 3%, o que representa 270 mil passageiros a menos entre quarta-feira (8) e (15) 

ADAMO BAZANI/JESSICA MARQUES

O número de passageiros de ônibus na capital paulista teve uma queda de 3% na comparação entre quarta-feira 8 de abril e 15 de abril, de acordo com dados da SPTrans – São Paulo Transporte em resposta aos questionamentos do Diário do Transporte nesta sexta-feira, 17.

O número representa uma redução de 270 mil passageiros entre os dois dias, com um menor percentual de usuários, como diz nota da gerenciadora.

“Nesta quarta-feira (15), a queda de demanda atingiu 71%  de antes da pandemia. Assim, o percentual de passageiros transportados ficou em torno de 29% dos 9 milhões, em média, por dia útil antes da quarentena, enquanto na quarta-feira (8) o índice estava em 32%.”

Ainda de acordo com a SPTrans, apesar da demanda estar em torno de 30%, a frota de ônibus em circulação está em 53,02% em relação a um dia útil comum desde o dia 8 de abril.

No dia 30 de março, a frota foi reduzida para 40% do habitual, mas teve de ser aumentada por causa do excesso de lotação em algumas linhas, em especial nos horários de pico.

Na terça-feira (31/03), a frota foi ampliada em 151 ônibus, na quarta-feira (01/04) em mais 50; na quinta-feira (02/04) foram mais 30 ônibus e, na sexta-feira (03/04) outros 163, todos distribuídos em diversas linhas. Já na segunda-feira (06/04) mais 401 ônibus em circulação. Na terça-feira (07/04), o acréscimo foi de 312 ônibus e, na quarta (08/04), de 424 veículos.

Mesmo assim, algumas linhas permanecem com aglomerações, em especial nos horários de pico, o que contraria as orientações das autoridades mundiais de saúde para conter o avanço do novo coronavírus, pandemia originada na China.

O Diário do Transporte tem recebido de leitores imagens de veículos lotados com passageiros sem conseguir respeitar o distanciamento recomendado ente 1,5 m e 2 m entre as pessoas.

Na manhã de sexta-feira (17), por exemplo, ônibus da linha 407L-10 Barro Branco/Metrô Guilhermina Esperança circulavam com excesso de passageiros, como se fosse num dia comum.

Na nota, a SPTrans diz que continua monitorando a frota e que faz alterações quando necessárias.

A SPTrans esclarece que acompanha diariamente o movimento dos passageiros e adequa a frota de ônibus para atender a população que precisa continuar se deslocando durante a quarentena. A SPTrans também criou um site com as notícias relacionadas ao transporte público em virtude da pandemia de Covid-19, incluindo mudanças de linhas, funcionamento dos postos e recomendações de como se prevenir: http://www.sptrans.com.br/covid-19

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, anunciou a recomendação do escalonamento dos horários de entrada das atividades que possuem autorização de funcionar durante a quarentena. A orientação, que não se trata de uma obrigação, é para que as entradas dos trabalhadores sejam antes das 6h ou após às 11h.

O principal objetivo é evitar a lotação nos transportes públicos.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/04/15/para-evitar-aglomeracao-no-transporte-decreto-de-bruno-covas-recomenda-horarios-diferenciados-de-atividades-com-permissao-de-funcionar/

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou nesta sexta-feira, 17, a prorrogação da quarentena no Estado para até 10 de maio.

O motivo é o aumento de casos e número de mortes pelo novo coronavírus. Segundo o Governo do Estado de São Paulo, o objetivo da prorrogação é evitar um estrangulamento dos sistemas de saúde público e privado com um número de pessoas sendo infectadas ao mesmo tempo acima da capacidade de atendimento dos hospitais.

Já é o segundo prolongamento da quarentena, que começou em 24 de março de deveria ir até 07 de abril, mas foi estendida até 22 de abril e, agora, até 10 de maio.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/04/17/quarentena-no-estado-de-sao-paulo-e-prorrogada-ate-o-dia-10-de-maio/

Adamo Bazani e Jessica Marques, jornalistas especializados em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Clelia aparecida Machado 8 disse:

    Continua lotado as condução precisa tomar providências

Deixe uma resposta