Catedral Turismo confirma demissões de colaboradores diante da crise do coronavírus

Publicado em: 25 de março de 2020

Catedral suspendeu suas operações de 25 de março a 04 de abril. Foto: Everton Nascimento

Em nota encaminhada ao Diário do Transporte, empresa informa que medida foi necessária diante da falta de recursos para a garantia do pagamento de todos os funcionários

ALEXANDRE PELEGI

A Catedral Turismo, em nota encaminhada ao Diário do Transporte, conforma que demitiu parte de seus colaboradores devido “aos resultados da crise que o setor de transporte interestadual vem enfrentando”.

A empresa, com sede em Brasília, respondeu a pedido de informações encaminhado pelo Diário do Transporte quanto à informação de que a empresa teria demitido por volta de 120 funcionários/motoristas, em especial das regiões de Goiânia e Feira de Santana.

Sem dar números, a empresa confirmou as demissões, e afirma que a decisão foi a única alternativa “em meio a falta de recursos para a garantia do pagamento de todos os colaboradores”.

“Os funcionários foram dispensados de forma regular, receberam todos os direitos trabalhistas e poderão dar entrada em seus seguros desempregos”, garante a Catedral Turismo na nota.

A empresa pede o auxílio do governo para que o setor não entre em colapso, “e cobra medidas para minimizar os impactos econômicos, assim como foi feito em relação às companhias aéreas no setor de aviação civil”.

Ainda segundo a Catedral, a demanda do setor de transporte interestadual caiu 60% com a crise do novo coronavírus. “Sem ajuda governamental, sem adiamento do pagamento de taxas e com a suspensão dos embarques, as empresas de transporte rodoviário não sobreviverão, afirma a nota.

A Catedral Turismo destaca, por fim, que as demissões foram decorrentes de uma medida de emergência e, garante que assim que a situação se normalizar, “os funcionários que foram desligados da empresa terão prioridade máxima para preencher novamente os cargos que estarão vagos”.

A Catedral suspendeu suas operações de 25 de março a 04 de abril.

catedral_can

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Iracema Bianchi dias disse:

    Realmente a situação está crítica prefeitos brigando c o Presidente porque ele acha absurdo a paralização do País mas o povo TB crítica mas se Deus quiser irão achar uma solução

Deixe uma resposta