Empresas de transporte realizam ações contra coronavírus

Publicado em: 9 de março de 2020

Leblon está entre as empresas de ônibus que intensificou limpeza nos veículos. Foto: Divulgação / Leblon.

Medida mais adotada é reforço na higienização de veículos

JESSICA MARQUES / ADAMO BAZANI

Na última semana, o Ministério da Saúde informou ter identificado a primeira transmissão de coronavírus dentro do país, com mais de 530 casos suspeitos. Desde então, as empresas de transporte intensificaram as ações contra a proliferação do vírus.

A SBCTrans, empresa de ônibus que opera o transporte coletivo de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, informou que está realizando ações com objetivo de contribuir para a prevenção do contágio e proliferação do coronavírus.

“A SBCTrans está intensificando a limpeza e higienização em toda a sua frota de veículos de São Bernardo do Campo. Desde o final de fevereiro e enquanto houver risco de contágio, a operadora manterá a rotina de hiper higienização”, informou, em nota.

Além da higienização em intervalos menores de tempo, a empresa informou também estar orientando os funcionários e passageiros sobre as maneiras de prevenção e cuidados.

Confira abaixo o material divulgado pela empresa:

Coronavírus – Quais os sintomas:

• Febre

• Tosse

• Dificuldade para respirar

Para evitar a transmissão ou contágio:

• Cobrir a boca e nariz ao tossir ou espirrar;

• Utilizar lenço descartável para higiene nasal;

• Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;

• Não compartilhar objetos de uso pessoal;

• Limpar regularmente o ambiente e mantê-lo ventilado;

• Lavar as mãos por pelo menos 20 segundos com água e sabão ou usar antisséptico de mãos à base de álcool;

• Deslocamentos não devem ser realizados enquanto a pessoa estiver doente;

• Quem for viajar aos locais com circulação do vírus deve evitar contato com pessoas doentes, animais (vivos ou mortos), e a circulação em mercados de animais e seus produtos.

LEBLON

WhatsApp Image 2020-03-05 at 18.09.14

Outra empresa de ônibus que está realizando ações contra a proliferação do vírus é a Leblon.

O Grupo Leblon Transporte de Passageiros sempre teve como política a higienização diária de seus veículos e a adoção de cronogramas de limpeza profunda.

“Não é necessário pânico dia da confirmação de casos do COVID19, o Corona Vírus, no Brasil, mas todos os procedimentos de limpeza são feitos com mais cuidado”, diz nota do grupo, que reúne as empresas Leblon Transporte (linhas metropolitanas na Grande Curitiba) e Viação Nobel (linhas municipais de Fazenda Rio Grande).

Os veículos são higienizados toda a vez que voltam da rua para serem recolhidos. Por dentro, é lavado o assoalho, retirado o pó de todos os componentes, os vidros são limpos e as lixeiras esvaziadas.

Também é passado um pano para limpeza dos balaústres, nos quais as pessoas seguram. Isso é feito diariamente.

Além disso, também todos os dias, a Leblon também realiza uma auditoria amostral para avaliar a qualidade da limpeza. Isso é feito por meio de um software (programa de computador), que no final do mês permite dar uma nota geral para a limpeza bem um individual a cada higienizador. Assim, é possível traçar melhores procedimentos e capacitar os trabalhadores.

A cada seis meses, é feita uma limpeza interna profunda, com o carro fora da escala. Chapas, teto, bancos, cantoneiras e componentes são inspecionados e limpos.

A Leblon e a Nobel utilizam produtos biodegradáveis (que não agridem a natureza) e antialérgicos.

“Buscamos também inovação para melhoria da limpeza, visando redução dos impactos ambientais e agilidade dos trabalhos, com equipamentos e produtos de alta tecnologia que são lançados no mercado”, disse o diretor do Grupo Leblon, Haroldo Isaak, também em nota.

99

Além das empresas de ônibus, a 99, que atua com transporte por aplicativo, criou uma página dentro do próprio site com orientações para motoristas parceiros e passageiros sobre o que fazer, quais os sintomas, onde buscar ajuda e outras informações com foco na prevenção.

Confira as orientações:

 

  • Lavar as mãos frequentemente e sempre com água e sabão. Apenas água não basta para eliminar o vírus;
  • Complementar a higienização, quando possível, com álcool em gel 70%;
  • Ao tossir e espirrar, cobrir boca e nariz com lenço descartável ou com o braço. Nunca com as mãos, que são um dos principais vetores de contágio;
  • Evitar tocar olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
  • Evitar contato físico com o motorista, como aperto de mãos;
  • Andar com os vidros do carro abertos para arejá-lo sempre que possível;
  • Evitar aglomerações e manter os ambientes ventilados.

“Se, mesmo tomando essas precauções, o motorista parceiro ou o passageiro apresentarem sintomas parecidos com o de uma gripe, como febre, cansaço, tosse seca, dores no corpo, congestão nasal, corrimento nasal, dor de garganta ou diarréia, ele pode ligar gratuitamente para o Disque SUS, no telefone 136, para obter mais informações e locais de atendimento”, informou a 99.

O Ministério da Saúde disponibiliza ainda um número de Whatsapp: (61) 99289-4640. O protocolo completo e atualizações diárias de novos casos suspeitos e confirmados podem ser encontrados no site do órgão: www.saude.gov.br/coronavirus.

GUIA

A UITP (International Association of Public Transport – Associação Internacional do Transporte Público) lançou recentemente um guia com orientações de prevenção ao coronavírus no transporte público.

As diretrizes são voltadas a operadores do setor e estão sendo traduzidas para nove idiomas oficiais em que há atuação direta da associação. Entre eles, está a versão em português.

Diário do Transporte obteve em primeira mão nesta terça-feira, 03 de março de 2020, o material com orientações aos operadores para evitar a disseminação do vírus.

Relembre: UITP lança guia com orientações de prevenção ao coronavírus no transporte público

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. JOSE LUIZ VILLAR COEDO disse:

    Que Deus Tenha Misericordia do Brasil e países vizinhos… em especial a Venezuela e a Bolívia … os mais pobres em redor de nos! O SUS é tão cheio de CORRUPÇÃO que não consegue atender direito nem gente com um simples resfriado! Uma ferroada de escorpião e outros animais peçonhentos e até de abelhas… e nem gente diabetica! Que dira lidar com uma situação dessas??! E pior… la pro mês de Maio… o Outono pode ficar mais rígido… o tempo mais frio e o maldito Vírus em questão, segundo os entendidos disso… se da bem melhor no Outono/Inverno e primeiras quinzenas de Primavera! Quando ainda faz um pouco de frio… ! Espero que todos cumpram suas partes nessa luta! O Brasil convive com.Dengue desde 1.985 se bem me lembro… e ate hj deixam o mosquito proliferar livremente! Que Deus esse Corona Vírus… meu Deus do Céu! Estamos bem arranjados mesmo…!

  2. Paulo Gil disse:

    Amigos, bom dia.

    O Coronavirus é uma benção para o buzão; só assim pra limpar o buzão e olha lá.

    Conforme consta na matéria:

    “Os veículos são higienizados toda a vez que voltam da rua para serem recolhidos. Por dentro, é lavado o assoalho, retirado o pó de todos os componentes, os vidros são limpos e as lixeiras esvaziadas.”

    SÓ PODIA SER LEBLON, PARABÉNS LEBLON

    E em Sampa? A quantas anda a limpeza do buzão???

    Com a palavra a fiscalizadora???

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta