Secretaria de Transporte de São Paulo cria nova lista dos problemas de saúde que dão isenção de tarifas de ônibus

ônibus
Ônibus em São Paulo. Passageiro deve passar por perícia

Validade do benefício varia de acordo com a doença. Nem todas garantem acompanhantes dispensados da tarifa

ADAMO BAZANI

A Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes de São Paulo publicou nesta quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020, uma nova lista de problemas de saúde que garantem isenção de pagamento das tarifas dos ônibus da cidade.

O passageiro deve estar atendo à relação e ao período de gratuidade, que varia de acordo com o CID – Código Internacional de Doença. Assim como, algumas doenças permitem que haja acompanhantes com gratuidade e outras, não.

Passado o período de validade, em caso de permanência do problema de saúde, nova perícia deve ser feita.

Como havia mostrado o Diário do Transporte, a última atualização da lista ocorreu em julho de 2019.

https://diariodotransporte.com.br/2019/07/05/sptrans-atualiza-relacao-de-gratuidades-por-doencas-e-deficiencias-pelo-bilhete-unico/

A pessoas com deficiência ou patologia devem fazer perícia na SPTrans e, para ter o Bilhete Único Especial, é necessário fazer um cadastramento no site.

O link é: http://www.sptrans.com.br/deficiente/deficiente/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Assine

Receba notícias do site por e-mail

Comentários

Comentários

  1. Alberto Alecio disse:

    Olhando pelo lado esquerdo é louvável esta atualização da lei. Amplia o leque dos pobres coitados que ao menos conseguem ter alguma mobilidade.
    Olhando pelo lado direito onde está a apropriação do recurso de um já há tempos orçamento público municipal combalido ??
    Depois tentam resolver o problema do cobertor já muito curto! Não há mágicas.
    A equação só é fechada transferindo recursos de outras pastas (sociais é claro)!!

  2. Regis Campos disse:

    Melhor que gratuidade para doentes com o bolso alheio, seria melhor o estado pagar MÉDICOS, ESPECIALISTAS e EQUIPAMENTOS para atendê-los próximos de suas casas.

Deixe uma resposta