Viação Paraty assume emergencialmente linhas intermunicipais e transporte escolar de Jaú (SP)

Viação Macacari operou em Jaú por 60 anos e foi substituída pela Viação Paraty. Foto: João Guilherme / Ônibus Brasil.

Operação vai substituir atendimento prestado pela empresa Macacari

JESSICA MARQUES

A Viação Paraty vai assumir emergencialmente as linhas intermunicipais e o transporte escolar de Jaú, no estado de São Paulo. A operação vai substituir o atendimento prestado pela empresa Macacari, que vai deixar de atender o município paulistano.

Em nota ao Diário do Transporte, a Viação Paraty informou que o transporte intermunicipal terá início a partir do dia 1º de fevereiro de 2020. Por sua vez, o transporte escolar terá início em 27 de janeiro.

A empresa informou ainda que fará a operação em caráter emergencial “atendendo a pedidos de passageiros, da Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) e da Macacari”, isso com o objetivo de não paralisar o serviço prestado à população, segundo a Paraty.

O Diário do Transporte entrou em contato com a Macacari, que confirmou que vai parar de operar também no transporte municipal de Jaú. Entretanto, a operação emergencial neste caso ainda está sendo definid

a com a Prefeitura.

O processo de transição, assim como questões de bilhetagem e tarifa, também estão sendo discutidas, segundo informações da empresa que vai deixar de operar no município.

A Prefeitura de Jaú foi procurada e ainda não comentou o assunto.

VAGAS DE EMPREGO

Devido ao novo atendimento da Viação Paraty, a empresa publicou em seus canais oficiais vagas de emprego para motoristas com CNH (Carteira Nacional de Habilitação) nas categorias D e E.

Também há oportunidades para mecânico diesel, eletricista diesel, borracheiro e manobrista. Os currículos podem ser enviados para vagas.jau@vparaty.com.br. As vagas também são para pessoas com deficiência, segundo a empresa.

HISTÓRIA DA MACACARI

A empresa Auto Ônibus Macacari Ltda surgiu nos anos 1960, quando o filho mais velho do casal Adelino Macacari e Maria Volpato Macacari, Laurindo, dirigia um único ônibus que fazia uma linha intermunicipal entre as cidades de Jaú e Dois Córregos, passando por Mineiros do Tietê.

Os proprietários do ônibus e detentores da permissão da linha decidiram mudar-se para a capital paulista, permitindo a compra do itinerário. Segundo informações da própria empresa, Adelino injetou recursos financeiros para ampliar o negócio.

Mais tarde, foi criada uma linha urbana que percorria o trecho único entre o Mercado Municipal e a Estação Ferroviária, chamada Fepasa na época, para levar os passageiros de Jaú ao trem.

Em 1966, segundo a empresa, na gestão do então prefeito de Jaú Décio Pacheco de Almeida Prado, foi implantado o transporte coletivo urbano definitivo na cidade, chamado de Circular Cidade de Jaú, operado pela Macacari,

Poucos anos depois, a empresa passou a operar nas linhas intermunicipais entre Barra Bonita e Dois Córregos, passando por Mineiros do Tietê, Jaú e Dois Córregos, via Guarapuã. Posteriormente, adquiriu a Viação Vale do Tietê.

Em 1982, a Prefeitura de Jaú solicitou a implantação da linha municipal entre a cidade e o Distrito de Potunduva. Neste período, a empresa também iniciou os serviços na área de turismo.

Começando com um Caio Gaivota, a empresa transportou passageiros em Diplomatas, Corcovados e, mais recentemente, nos Marcopolo Paradisos e veículos de dois andares.

Atualmente, a frota da empresa conta com aproximadamente 100 ônibus, uma equipe de 250 colaboradores e a diretoria que pertence à família Macacari.

Confira alguns veículos da empresa:

973b0cf106c7657745cc95769d2a8959

historia1historia2historia4historia5.jpghistoria6

HISTÓRIA DA VIAÇÃO PARATY

O Diário do Transporte esteve na garagem da Viação Paraty em Araraquara, no interior de São Paulo, para conhecer a história da empresa e os detalhes da operação e frota atual.

Relembre: HISTÓRIA: Raridades e trajetória da Viação Paraty

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Luis Marcello Gallo disse:

    “ A operação vai substituir o atendimento prestado pela empresa Macacari, que vai deixar de atender o município paulistano.” Então a Viação Paraty vai operar na cidade de São Paulo? Jaú não é um município paulista?

  2. Jhon disse:

    Povo de Jaú deveria ir as ruas reclamar desses ônibus urbanos que são horríveis e muito caros

  3. Fabio Almeida disse:

    Boa! 😂😂😂😂

  4. Luihen disse:

    Os ônibus não são ruins e o preço não era caro quando a Macacari operava aqui o problema é que o pessoal daqui queria ônibus Novos e eu entendo mais à macacari não tinha ajuda da Prefeitura para fazer compras de novos veículos,mais se vc passar lá no site ônibus Brasil e procurar Macacari lá vc vai ver que os ônibus eram bem cuidados.

  5. Luihen disse:

    E se a Macacari fosse renovar ia ter que Renova praticamente a Frota toda porque ela só tinha 10 ônibus VIP 2 MERCEDES que foi a última renovação de frota da empresa.

  6. Stephanie Domingos disse:

    Um absurdo o preço da passagem, cada vez que viajo é um preço diferente!

  7. Antônio Carlos disse:

    O correto é fazer consulta popular nos pontos de ônibus onde as pessoas tem a real visão funcional dos coletivos A macacari nunca deixou na mão os usuários seja no horário ou na mudança dele o que não acontece com a atual servidora prestadora de serviço.

Deixe uma resposta