Seis estações da linha 5-Lilás receberão portas de plataforma nos “próximos dias”, diz Baldy

Publicado em: 15 de janeiro de 2020

Trabalhadores com materiais para intalação das portas

Material para instalação chegou nesta quarta-feira. Promessa é de que todas as estações do Metrô tenham o equipamento até fim da gestão

ADAMO BAZANI

O secretário dos Transportes Metropolitanos de São Paulo, Alexandre Baldy, prometeu no início da noite desta quarta-feira, 15 de janeiro de 2020, que  começarão nos “próximos dias” os  trabalhos de instalação de portas de plataforma em seis estações da linha 5-Lilás dpo Metrô.

As estações são Alto da Boa Vista, Chácara Klabin, Capão Redondo, Campo Belo, Moema e Largo Treze.

Sem citar um prazo exato para a conclusão das obras, Baldy escreveu em suas redes sociais que os equipamentos e materiais para a instalação já chegaram.

A linha 5-Lilás é operada pelo consórcio Via Mobilidade, da CCR e da Ruas Invest, ligada ao Grupo Ruas, operador dos ônibus da capital paulista e dono das encarroçadoras de ônibus Caio e Busscar.

A instalação das portas de plataforma na linha é uma novela antiga.

Em 31 de agosto de 2018, o Diário do Transporte noticiava a promessa do então secretário Clodoaldo Pelissioni de que todas as estações da linha teriam os equipamentos até 2020.

A Bombardier, que é responsável pelo sistema de sinalização da linha, foi multada em R$ 50 milhões pelo atraso na instalação das portas, segundo Pelissioni na época.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2018/08/31/portas-de-plataforma-em-toda-a-linha-5-lilas-serao-entregues-ate-2020-diz-pelissioni/

Alexandre Baldy ainda prometeu que “ainda neste ano, será feita a instalação de portas de plataforma na linha 3-vermelha e o compromisso do Governador João Doria é de que até o final de nossa gestão todas as estações do metrô tenham mais esse equipamento de segurança.”

Em 27 de dezembro de 2019, o Diário do Transporte mostrou que, conforme “relatório de empreendimentos” da companhia do Metrô, de novembro de 2019, até 2023 todas as estações da rede de operação estatal (linhas 1,2 e 3) terão o equipamento, considerado essencial para evitar queda de passageiros e objetos nos trilhos.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2019/12/27/metro-de-sao-paulo-planeja-concluir-cbtc-em-2021-e-portas-de-plataforma-em-linhas-estatais-ate-2023/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. WILLIAM DE JESUS SANTOS disse:

    Como é fácil notar quando uma promessa é furada. O cara me diz que todas as estações do metrô terão porta- plataforma até fim da gestão ( ou seja 3 anos). Só pra instalar essas portas na estação Vila Madalena foram 3 meses, imagine pra rede toda…

Deixe uma resposta