Restituição para quem pagou DPVAT mais caro pode ser pedida a partir de quarta-feira, 15

Valores são estipulados de acordo com veículo

Solicitação deve ser feita no site da Seguradora Líder e depósito pode demorar dois dias

ADAMO BAZANI

A partir de quarta-feira, 15 de janeiro de 2020, os proprietários de veículos que pagaram o seguro DPVAT pelos valores maiores poderão ter a diferença restituída.

A informação foi dada nesta sexta-feira, 10, pela Seguradora Líder, consórcio de empresas que administram o seguro obrigatório.

Segundo a Líder, os pedidos devem ser feitos no próprio site: http://www.seguradoralider.com.br/

Dois dias depois da solicitação, o proprietário deve começar a receber o dinheiro.

É necessário ter em mãos os números do RENAVAM, dos documentos pessoais (como RG e CPF) e da conta bancária para o depósito. Também será necessário informar o valor pago, data e o local do pagamento, além de um e-mail e número de telefone.

Entretanto, se o site da seguradora estiver como esta sexta-feira, o dono do veículo deve ter muita paciência devido às instabilidades da página da Líder.

Como mostrou o Diário do Transporte, na quinta-feira, 09 de janeiro de 2020, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, atendeu recurso da AGU – Advocacia Geral da União e reviu a própria liminar concedida no último dia 31 que suspendida a redução no valor do DPVAT – Seguro Obrigatório de Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres.

Assim, voltam a vigorar os valores menores como queria a equipe do presidente Jair Bolsonaro.

Na decisão anterior, Toffoli havia atendido a Líder, consórcio de seguradoras que operam o DPVAT.

Os valores atuais são:

Ônibus e micro-ônibus (sem frete): R$ 8,11 em 2020, redução de 67,3%. Em 2019, o valor era de R$ 25,08

Ônibus e micro-ônibus (com frete): R$ 10,57 em 2020, redução de 72,1% Em 2019, o valor era de R$ 37,90

Automóvel, táxi e carro de aluguel – incluindo aplicativos: R$ 5,23 em 2020, redução de 68%. Em 2019, o valor era de R$ 16,21

Ciclomotores: R$ 5,67 em 2020, redução de 71%. Em 2019, o valor era de R$ 19,65

Caminhões: R$ 5,78 em 2020, redução de 65,4%. Em 2019, o valor era de R$ 16,77

Motos: R$ 12,30, em 2020,  redução de 86%. Em 2019, o valor era de R$ 84,58.

Relembre a decisão:

https://diariodotransporte.com.br/2020/01/09/toffoli-reverte-a-propria-decisao-e-dpvat-sera-mais-barato-como-queria-bolsonaro/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. MARIO CUSTÓDIO disse:

    OLÁ ADAMO
    Obrigado pelas prontas informações.
    Mais um excelente trabalho de pesquisa jornalística e ademais um serviço de utilidade pública aos que, como eu, já pagaram o DPVAT deste Ano 2020.
    Saudações,
    MARIO CUSTÓDIO

  2. Paulo Gil disse:

    Amigos, boa noite.

    Uma vergonha.

    O serviço público não nos manda as multas e os Impostos?

    Então façam como a Eletropaulo ela faz compensações automáticas sem encher o saco do cliente.

    Esse golpe é velho do serviço público.

    Terá tanta burrocracia que a maioria não vai nem atrás, mais um estelionato legalizado contra o contribuinte.

    Uma vergonha, nem o atual governo consegui reverter e modernizar estas questões.

    SIMPLESMENTE NOJENTO.

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta