Marginal Tietê liberada após passarela cair sobre ônibus e carro

Publicado em: 15 de novembro de 2019

Segundo capitão dos Bombeiros, ônibus evitaram que passarela atingisse veículos menores. Foto: Reprodução TV Globo

Veículos escoraram estrutura usada para obras. Duas pessoas nos automóveis ficaram feridas sem gravidade, segundo Bombeiros

ADAMO BAZANI

A CET – Companhia de Engenharia de Tráfego liberou a Marginal Tietê, na região da ponte ferroviária Comunidade Húngara, sentido rodovia Castelo Branco, onde por volta das 19h uma passarela tubular usada para obras caiu sobre dois ônibus rodoviários, um da empresa Real Maia e outro da Lira Bus, atingindo também um carro de passeio.

A ação ocorreu às 02h:00 da madrugada dessa sexta-feira, 15  de novembro de 2019.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, duas pessoas que estavam no carro sofreram ferimentos sem gravidade e ninguém nos ônibus se machucou.

O capitão dos Bombeiros, Marcos Palumbo, disse a emissoras de TV que se não fossem os ônibus escorarem a passarela, mais carros de pequeno porte seriam atingidos com risco de ter havido mais vítimas.

“Com estrutura mais forte que dos carros, os ônibus escoraram a passarela, que não é de concreto, sendo tubular mais leve” – disse a porta-voz dos Bombeiros de São Paulo.

Em nota, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana e Obras (SIURB, comunicou que vai abrir na segunda-feira (dia 18) uma apuração preliminar de responsabilidade pelo acidente com a passarela de serviço sobre a Marginal do Tietê. A passarela era uma estrutura de apoio das obras da Ponte Pirituba-Lapa, que estão sendo executadas pelo consórcio formado pelas empresas EIT / Constran. Segundo a CET, a passarela servia de apoio para obras da futura ponte de ligação da Avenida Raimundo Pereira de Magalhães.

A liberação da Marginal Tietê começou aos poucos, inicialmente com as duas faixas da esquerda da pista expressa por volta das 21h40.

O trânsito ficou prejudicado porque além de ser horário de pico, era saída para o feriado prolongado de Proclamação da República.

A Marginal Tietê é uma das vias mais movimentadas da cidade de São Paulo e um dos principais acessos a rodovias

O Terminal Rodoviário do Tietê também teve as operações afetadas por causa da interdição na Marginal.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Deixe uma resposta