Prefeitura de Jaboticabal (SP) prepara projeto para criar ônibus gratuito

Publicado em: 4 de novembro de 2019

Caso seja aprovado pela Câmara, Jaboticabal será a 15ª cidade do Brasil a aderir ao projeto. Foto meramente ilustrativa.

Projeto ‘Tarifa Zero’ será enviado para aprovação da Câmara Municipal

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Jaboticabal, no interior de São Paulo, informou por meio de nota que está preparando um projeto para que o transporte coletivo seja gratuito no município.

O projeto ‘Tarifa Zero’ será enviado para aprovação da Câmara Municipal. O prefeito José Carlos Hori informou que está preparando os últimos detalhes do documento.

Caso seja aprovado pela Câmara, Jaboticabal será a 15ª cidade do Brasil a aderir ao projeto, conforme informado pela Prefeitura, por meio de nota.

Tivemos problemas no serviço da minha cidade. Telefonei para amigos e fui conhecer municípios em busca de uma solução. Conheci o modelo da França e de outros países europeus. Cheguei até o Tarifa Zero, que é fantástico. O empresário pagará menos, o funcionário terá transporte de graça e, ainda, receberá mais no final do mês, já que não será descontado 6% de seu salário. A população em geral também sai ganhando porque catraca em Jaboticabal será coisa do passado”, afirmou Hori.

Neste projeto, as empresas economizam em média de 70% no valor pago em vale-transporte, segundo a Prefeitura. As despesas serão administradas pelo Fundo Municipal do Transporte.

“O valor do vale-transporte dos funcionários será depositado pelas empresas de Jaboticabal, mas será menor, já que os ônibus serão alugados pela prefeitura e não teremos mais uma empresa”, explicou o secretário de Planejamento, Paulo Polachini.

Confira os detalhes do projeto, divulgados pela Prefeitura:

Quem vai bancar – O Fundo Municipal do Transporte receberá recursos do vale-transporte dos colaboradores, da propaganda nos ônibus e das passagens que a prefeitura já paga para os estudantes, deficientes e idosos. “Os ônibus serão alugados pela prefeitura e não será contratada uma Viação, ou seja, cortamos um custo enorme de administração de uma empresa, como o seu lucro, a manutenção de uma sede, funcionários, impostos, contas de energia, etc”, explica o secretário da Fazenda, Claudio Almeida.

Outras cidades – O programa já é realidade em vários países europeus – só na França 38 cidades já contam com tarifa zero. No Brasil, dos 5.570 municípios apenas 14 possuem o serviço. Jaboticabal será a 15ª do Brasil a adotar o modelo, fruto de uma parceria entre a Prefeitura e iniciativa privada.

Cronograma – O documento será encaminhado para votação na Câmara Municipal na semana que vem. Após autorização dos vereadores, a prefeitura já pode abrir o processo de licitação. O edital para a contratação da empresa já está quase pronto. Todo o trâmite deve levar cerca de 90 dias.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Comentários

  1. Renato Carlos Pavanelli disse:

    Transporte Urbano Grátis… Parece Tremenda Loucura, Tomara que tenha muito Sucesso.

  2. Fábio Barbano disse:

    E com os ônibus locados não vão gastar com funcionários, garagem, energia, etc?

    Acho que vão ter que reinventar a matemática pra essa conta fechar.

    1. wilson disse:

      EXATAMENTE, Sr Fabio , não existe nada de graça , tudo neste mundo tem custo. e quem vai pagar mais uma conta é o contribuinte através do IPTU, IPVA, e impostos a serem criados.

  3. wilson disse:

    RJ: Prefeitura De Maricá Pagará A Viação Amparo Mais De R$ 10 Milhões Por Aluguel De Ônibus RJ: Prefeitura De Maricá Pagará A Viação Amparo Mais De R$ 10 Milhões Por Aluguel De Ônibus
    Posted on 5 de novembro de 2019 Comment(0)
    MARICÁ – A Viação Nossa Senhora do Amparo, que possui sede na cidade de Maricá, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, começou a pintar seus ônibus azul para a cor vermelha, cor do partido do prefeito e da Empresa Pública de Transporte (EPT), batizado de vermelhinhos, serviço de ônibus gratuito na cidade. NÃO EXISTE EM NENHUM LOCAL DO MUNDO SERVIÇO DE GRAÇA, SEMPRE ALGUÉM VAI TER QUE PAGAR A CONTA. .A conta com certeza vira na fatura do IPTU e IPVA.

  4. wilson disse:

    Excelente jogada de markenting do Prefeito e um grande negocio para quem vai alugar os onibus. O empresario aluga / vende os onibus, fica livre de impostos, Folha salarial , manutenção , seguro, reposição da frota e a Prefeitura ( MUNICIPE ) fica com as responsabilidade sociais, e custos pois nada é de Graça. Prefeitura assumindo riscos do negocio que deveriam ser da iniciativa privada. Todos nós ja sabemos que no final a conta estara embutida no IPTU.

Deixe uma resposta