Programa de inovação do transporte público Coletivo da NTU anuncia parceiros

Programa de inovação do transporte público Coletivo da NTU anuncia parceiros
Programa promete soluções em transporte público. Foto: Renato Araújo/Agência Brasília

Projeto conta com apoio de quatro instituições

JESSICA MARQUES

A NTU (Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos) divulgou os nomes das primeiras instituições parceiras do programa de inovação em mobilidade urbana “Coletivo”.

Quatro instituições são as primeiras a formalizarem parceiras com o Coletivo: a Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP), a Frente Nacional de Prefeitos (FNP), o Instituto MDT – Movimento Nacional pelo Direito ao Transporte Público de Qualidade para Todos e a Faculdade Internacional de São Luís/ISL Wyden.

As quatro entidades tornam-se, a partir de agora, participantes da Rede de Inovação da Mobilidade Urbana do Coletivo. Segundo a NTU, os parceiros institucionais têm papel fundamental na disseminação da cultura de inovação do projeto e contribuirão para o desenvolvimento dos projetos de inovação, podendo associar suas marcas à inovação e ao futuro da mobilidade urbana no Brasil.

“Cada parceiro terá contribuições específicas ao longo de um ano de trabalho. No caso dos parceiros institucionais, além de associar a marca e serem reconhecidos durante as atividades do Coletivo, também terão as prerrogativas de participar, sugerir e disponibilizar locais e públicos-alvo para realização das atividades de divulgação e engajamento; poderão participar e propor temas para os eventos de Desafio do Coletivo e hackinnovations; terão ainda a prerrogativa de indicar representantes para acompanhar os eventos abertos ao público, como parte do processo de pré-incubação de projetos de inovação e nas atividades de apoio ao desenvolvimento desses projetos; e poderão indicar representante para acompanhar os eventos de melhores práticas, bem como as atividades de promoção e qualificação do programa”, explicou a NTU, em nota.

Segundo a NTU, além das parcerias institucionais, outra possibilidade de adesão ao programa Coletivo é como parceiro de conteúdo. Neste caso, a entidade parceira participará do intercâmbio de conhecimentos com a comunidade de inovação em torno dos projetos apoiados, incluindo startups, especialistas, empresas de tecnologia e fornecedores da mobilidade urbana.

O terceiro tipo de parceria é como patrocinador, que contribuirá para viabilizar financeiramente as atividades do Coletivo, podendo auxiliar nas diretrizes dos projetos de inovação, além de atuar também como parceiro institucional e/ou parceiro de conteúdo.

“Concebido para promover um ecossistema de inovação entre os principais públicos ligados à mobilidade urbana e, assim, desenvolver soluções inovadoras com foco no usuário do transporte coletivo urbano, o programa de inovação surge para fomentar a evolução do transporte público coletivo, visando à mobilidade sustentável nas cidades, o desenvolvimento das pessoas e da qualidade de vida”, explicou a NTU.

Os interessados em se inscrever como parceiros encontram as informações em www.coletivo.org.br e podem acessar os editais pelos links específicos:

Parceiro Patrocinador:

http://www.coletivo.org.br/assets/files/COLETIVO_Edital%20Parceiro%20Patrocinador.pdf

Parceiro institucional:

http://www.coletivo.org.br/assets/files/COLETIVO_Edital%20Parceiro%20Institucional.pdf

Parceiro de Conteúdo:

http://www.coletivo.org.br/assets/files/COLETIVO_Edital%20Parceiro%20Conteudo.pdf

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta