Expresso Turístico Paranapiacaba da CPTM terá mais viagens a partir de setembro

Publicado em: 1 de agosto de 2019

Em junho e julho, a Companhia fez passeios extras aos sábados para atender os visitantes do Festival de Inverno de Paranapiacaba e avaliar a demanda. Foto: Divulgação.

Além dos passeios feitos todos os domingos, o serviço também funcionará em alguns sábados

JESSICA MARQUES

A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) informou em nota que ampliará o número de viagens do Expresso Turístico Paranapiacaba a partir de setembro. A vila histórica está localizada em Santo André, no ABC Paulista.

Além dos passeios feitos todos os domingos, o serviço também funcionará em alguns sábados. Serão 3 viagens a mais por mês. Os interessados podem consultar as datas disponíveis no site da CPTM no link http://www.cptm.sp.gov.br/sua-viagem/ExpressoTuristico/Pages/Vagas-e-Calendario.aspx.

“Em junho e julho, a Companhia fez passeios extras aos sábados para atender os visitantes do Festival de Inverno de Paranapiacaba e avaliar a demanda. O resultado foi um sucesso: todos os bilhetes foram vendidos com antecedência de dois meses. De janeiro a julho deste ano, 6.109 passageiros já embarcaram rumo à Vila de Paranapiacaba. Durante todo o ano de 2018, quando as partidas eram só aos domingos, foram 8.673 passageiros”, informou a CPTM, em nota.

Em março deste ano, a CPTM também havia anunciado outra ampliação de viagens do Expresso Turístico com destino a Paranapiacaba.

Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2019/03/07/cptm-anuncia-ampliacao-de-viagens-do-expresso-turistico-com-destino-a-paranapiacaba/

O passeio do Expresso Turístico é feito em uma locomotiva a diesel, modelo Alco RS-3 de 1952, que conduz dois carros de passageiros, de aço inoxidável, fabricados no Brasil pela Budd – Mafersa nos anos 60 e que foram cedidos pela ABPF (Associação Brasileira de Preservação Ferroviária).

O trajeto de cerca de 1h30 inicia a experiência histórica até Paranapiacaba, com ruas e construções inspiradas em vilas inglesas, contando um pouco da implantação da ferrovia no Estado de São Paulo no século XIX.

Segundo a CPTM, o preço unitário da passagem é R$ 50 (ida e volta), exceto para o embarque na Estação Prefeito Celso Daniel-Santo André, que sai por R$ 44.  No entanto, os descontos podem chegar até 25% na compra de quatro passagens.

O bilhete é vendido das 9h às 18h, todos os dias, nas bilheterias das estações da Luz e Prefeito Celso Daniel-Santo André. Devido à procura, é preciso de programar para comprar o bilhete com dois meses de antecedência.

“Cabe ressaltar que o bilhete da CPTM contempla somente a viagem de trem até um dos destinos escolhidos. Roteiros complementares, podem ser consultados nos sites dos municípios visitados”, informou a Companhia.

O embarque é realizado às 8h30 da plataforma 4 da Estação da Luz e o retorno das cidades visitadas, às 16h30. São 174 poltronas para acomodar confortavelmente os turistas, além de espaço reservado para cadeira de rodas (com cinto de segurança e ancoragem da cadeira).

As viagens do Expresso Turístico também são realizadas para Jundiaí (um sábado por mês) e para Mogi das Cruzes (um sábado a cada três meses).

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Comentários

  1. Rodrigo Zika! disse:

    Bacana gostei da ideia.

  2. Adriana Carvalho Marinho disse:

    Muito boa a iniciativa!!
    Mas fiquei com uma dúvida. Para quem vai no sábado e volta no domingo,como fica a compra da passagem?A volta vale para o dia seguinte?
    Muitos turistas podem querer passar a noite e aproveitar o dia seguinte,isso também é bom para a Vila .

    1. Paulo Gil disse:

      Adriana, bom dia.

      Infelizmente a CPTM não tem flexibilidade para tal; portanto se quiser ir sábado e voltar no domingo utilize outro meio de locomoção.

      Att,

      Paulo Gil

  3. Elisabeth Domingues disse:

    Idosos tem desconto ?

  4. Paulo Gil disse:

    Amigos, boa tarde.

    Fui ao festival de inverno e vi o expresso turístico ao vivo na plataforma em Piracicaba; se não me falaha a memória não era a locomotiva da foto.

    Sr. Pedro Moro, por favor manda dar uma ótima polida nos carros do expresso turístico pois eles estão muito feios.

    Um aço inox de 60 anos é de altíssima qualidade; portanto dará um lindo brilho e vida ao expresso turístico.

    Cadê a alma de ferroviário??

    Bora polir os carros do expresso turístico.

    Estude também a possibilidade de extensão da linha 10 Turquesa até Paranapiacaba nos finais de semana, mesmo que seja trem sim trem não já ajuda.

    Att,

    Paulo Gil

  5. Paulo Gil disse:

    Corrigindo:

    Paranapiacaba.

    Att,

    Paulo Gil

  6. Antonio Carlos Bezerra disse:

    Querem mesmo trazer de volta os bons tempos de uma ferrovia semelhante a da Europa e Estados Unidos? Então tomem vergonha na cara de tragam de volta o percurso de Santos a Jundiaí que será mais útil e atrativo que essa meia boca de Paranapiacaba.

Deixe uma resposta