Novo Hamburgo (RS) lança nova licitação do transporte coletivo

Publicado em: 30 de julho de 2019

Courocap, Viação Hamburguesa, Viação Futura e Viação Feitoria são as concessionárias que atendem atualmente o transporte municipal. Foto: Otávio dos Reis (Clique para ampliar)

Concorrência realizada no dia 18 de junho não teve empresas interessadas. Prefeitura ajustou edital eliminando exigência de outorga, e adequando prazo de renovação da frota

ALEXANDRE PELEGI

A Prefeitura de Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul, lançou nesta terça-feira, 30 de julho de 2019, Concorrência Pública de âmbito internacional do tipo menor valor da tarifa para selecionar empresa e ou consórcio de empresas para a Concessão do Serviço de Transporte Coletivo por Ônibus do Município.

A data de abertura das propostas será dia 30 de agosto de 2019, às 10:00 horas.

A concorrência anterior, realizada em 18 de junho de 2019, não teve empresas interessadas. Relembre: Licitação de ônibus de Novo Hamburgo (RS) não tem interessados

Segundo a prefeitura, após a concorrência ter sido deserta, a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh) de Novo Hamburgo apresentou novo projeto para a licitação do transporte público na cidade em audiência pública no dia 25 de julho. “A Prefeitura está fazendo mais uma tentativa na busca de viabilizar a licitação do transporte público no município”, afirmou a titular da pasta, Roberta Gomes de Oliveira.

Ainda segundo a Seduh, o edital foi ajustado principalmente na eliminação da exigência de outorga, além de adequações em relação ao prazo de renovação da frota e ar-condicionado.

Principais mudanças no edital em relação ao anterior:

– Renovação da frota: passou de 7 para 10 anos;

– Frota com ar-condicionado: reduziu de 45% para 20%;

– Valor do contrato: reduziu de R$ 23.375.563,35 para R$ 20.843.240,84;

– Percentual de outorga: reduziu de 30% para 0%.

NOVO_HAMBU_LICITA

HISTÓRICO

Em 30 de março de 2019, a Prefeitura reajustou a tarifa de ônibus para R$ 3,85. Na ocasião, o Executivo firmou um acordo com as concessionárias estabeleceu um novo contrato emergencial para a operação do serviço, com vigência de 180 dias.

O reajuste na tarifa foi uma exigência das empresas para continuarem operando na cidade, conforme noticiado pelo Diário do Transporte. O Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo Urbano do Vale do Sinos, que representa as quatro viações que atendem ao transporte urbano, anunciaram que paralisariam as atividades a partir de 31 de março de 2019.

Viação Hamburguesa, Courocap, Viação Futura e Viação Feitoria reclamavam do baixo reajuste da tarifa de ônibus. Decreto publicado pela Prefeitura no final de dezembro determinou o aumento da tarifa de R$ 3,50 para R$ 3,60, valor que passou a vigorar no dia 1º de janeiro deste ano.  Relembre: Novo Hamburgo (RS) reajusta tarifa de ônibus para R$ 3,85 e estabelece novo contrato emergencial com empresas

O novo edital pode ser obtido no link: Edital do Transporte Coletivo_Novo Hamburgo

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta