Linha 3-Vermelha terá CBTC em funcionamento no segundo semestre de 2021, segundo o Metrô de São Paulo

Na fase atual dos serviços na Linha 3-Vermelha, estão sendo instalados cabos do sistema ao longo da linha. Foto: Divulgação.

Implantação do sistema de controle de trens tem como objetivo ampliar oferta de transporte aos passageiros

JESSICA MARQUES

O Metrô de São Paulo confirmou ao Diário do Transporte a previsão do início de funcionamento do CBTC (Controle de Trens Baseado em Comunicações) da Linha 3-Vermelha. O sistema está previsto para começar a funcionar no segundo semestre de 2021.

A implantação do sistema de controle de trens tem como objetivo ampliar oferta de transporte aos passageiros. De acordo com o Metrô, o CBTC permite a diminuição do intervalo entre os trens, possibilitando a disponibilização de mais composições para a circulação.

“O CBTC é o sistema mais moderno que existe, em termos tecnológicos, para operação de trens. Ele proporciona um melhor aproveitamento da via durante a circulação das composições, permitindo menor intervalo entre elas, gerando economia de energia elétrica e maior confiabilidade”, informou a Companhia do Metropolitano, em nota.

Na fase atual dos serviços na Linha 3-Vermelha, estão sendo instalados cabos do sistema ao longo da linha. Desde o início de abril, estão sendo realizadas interrupções no funcionamento da linha para a implantação do CBTC.

De acordo com informações do Metrô de São Paulo, as interrupções devem ocorrer até julho deste ano.

Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2019/04/29/interrupcoes-na-linha-3-vermelha-para-instalacao-de-sistema-de-controle-de-trens-seguem-ate-julho-segundo-metro/

O contrato para a instalação do CBTC na Linha 3-Vermelha, que engloba também a modernização dos sistemas de sinalização e de telecomunicações das linhas 1-Azul e 2-Verde, foi assinado no valor de R$ 780 milhões.

As linhas 2-Verde e 4-Amarela operam com o CBTC desde 2016 e 2010, respectivamente. A Linha 15-Prata iniciou sua operação em 2014, já com o sistema. A linha 5-Lilás passou a utilizar o CBTC em 2017.

O sistema de controle de trens também está em processo de implantação na Linha 1-Azul, contudo, não há prazo definido para início de funcionamento.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

 

 

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta