Obras de mobilidade financiadas pelo CAF em Santo André começam pela avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Melo

Publicado em: 26 de junho de 2019

Via receberá obras de infraestrutura e canalização do córrego. Foto: Divulgação / Helber Aggio/PSA.

Licitação está prevista para ser realizada em setembro e início das obras deve ocorrer em outubro, segundo o prefeito Paulo Serra

JESSICA MARQUES

O prefeito de Santo André, no ABC Paulista, Paulo Serra, informou nesta quarta-feira, 26 de junho de 2019, que as obras de mobilidade financiadas pela CAF (Corporação Andina de Fomento), Banco de Desenvolvimento da América Latina, vão começar pela avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Melo.

A via receberá obras de infraestrutura ainda neste ano, de acordo com o prefeito. A licitação está prevista para ser realizada em setembro e início das obras deve ocorrer em outubro, segundo Paulo Serra.

“Nós finalizamos hoje a missão da CAF. Já tínhamos aprovado no Cofiex e no Ministério da Fazenda, hoje, com a finalização dessa missão, recebemos o sinal positivo para a Prefeitura poder já lançar a licitação das obras que estão incluídas nesse pacote. Algumas obras já temos projetos licitáveis de nível básico e executivo”, afirmou Serra.

A via será utilizada para ligação da Avenida Giovanni Battista Pirelli com o Centreville e o Rodoanel. Esse será o primeiro passo do que está sendo chamado pela Prefeitura de Complexo Viário Cassaquera.

Segundo o prefeito, é possível que haja a criação de novas linhas de ônibus na região após a conclusão das obras, prevista para ocorrer aproximadamente um ano após o início das intervenções.

“Ainda não [há um projeto], mas com certeza fará parte do estudo de implementação. Isso já deve estar sendo avaliado pela equipe. Vai ter alterações e talvez novas linhas que passem por aqui”, disse, após questionamento do Diário do Transporte sobre benefícios da obra ao transporte coletivo.

O CAF esteve em missão oficial em Santo André nesta semana, visitando todos os pontos em que serão realizadas obras.

027e910d-ed7a-4314-b2c6-10a2c824b6c4

Projeto foi apresentado nesta quarta-feira, 26 de junho de 2019.

As intervenções na via serão realizadas pelo Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André). O pacote de obras ainda prevê a implantação de mais 20 Estações de Coleta e a construção de um piscinão no Parque da Juventude, no Jardim Ipanema, com capacidade média para armazenar 264.225,49 m³ de água, minimizando os riscos de transbordamento do córrego Guarará, na avenida Capitão Mário Toledo de Camargo, assim como os alagamentos na Vila América.

Segundo a Prefeitura, a avenida terá um novo sistema viário até a rua Fernando Costa, melhorando a ligação da avenida Giovanni Batista Pirelli com o bairro Centreville, criando uma nova opção para os motoristas que queiram acessar o Rodoanel.

A nova estrutura da via será composta por duas pistas (de três faixas cada) e sete travessias sobre o córrego Cassaquera, que terá 1,7 quilômetros canalizados, o que segundo a Prefeitura vai melhorar o escoamento de águas de chuva e minimizar possíveis alagamentos na região.

O morador da região, Tiago da Silva Fraton, 32 anos, contou que nasceu e cresceu na localidade. Ao longo das últimas décadas, informou ter ouvido diversas promessas que não saíram do papel. Agora, ele tem esperanças de que a obra realmente vai acontecer.

“Vai mudar muito, principalmente a qualidade de vida, porque esse rio atrai rato, junta lixo e atrapalha a gente. Também tem o trânsito. Às vezes você vai atravessar para a avenida Giovanni Batista Pirelli, para o centro de Santo André, Mauá e é uma confusão só para sair dali”, disse Fraton.

INVESTIMENTOS

A Prefeitura informou que, além dos US$ 50 milhões solicitados junto ao CAF, há mais US$ 12,5 milhões de contrapartida da cidade, ou 20% do valor solicitado, resultando em total de US$ 62,5 milhões para todo o projeto.

Os recursos devem ser investidos em um período de cinco anos e o município terá 30 anos para pagar. O empréstimo foi anunciado em 2018 pela Prefeitura, conforme noticiado pelo Diário do Transporte.

Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2018/07/16/prefeitura-de-santo-andre-preve-para-2019-emprestimo-de-us-50-milhoes-com-a-caf/

Também no ano passado, o prefeito Paulo Serra assinou um contrato de empréstimo de US$ 25 milhões com o BID para obras de mobilidade.

Relembre: Prefeito de Santo André assina contrato de empréstimo de US$ 25 milhões com o BID para obras de mobilidade

Jessica Marques para o Diário do Transporte

 

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. só uma coisa: empresa nenhuma vai mudar ou criar linhas na região do Centreville,,,querem apostar?? Prá inglês ver mesmo.

  2. Eraldo Freire disse:

    A preocupação da sociedade é que verba seja desviada e minhas Melo de Santo André seja esquecida.

Deixe uma resposta