Motos não poderão circular na pista expressa da Marginal Pinheiros a partir de 20 de maio

Publicado em: 17 de maio de 2019

Nos primeiros 30 dias, orientação da CET terá caráter educativo, não gerando autuações para quem trafegar pela pista expressa

Após 30 dias, CET passará a autuar os motociclistas que desrespeitarem a regulamentação – infração produz 4 pontos na CNH e multa no valor de R$ 130,16

ALEXANDRE PELEGI

A prefeitura de São Paulo decidiu, por intermédio da Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes (SMT) e da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), proibir em definitivo a circulação de motocicletas na pista expressa da Marginal Pinheiros, no sentido Castelo Branco. A medida passa a valer a partir desta segunda-feira, 20 de maio de 2019.

Durante os primeiros 30 dias haverá um período de adequação, sem aplicação de multas.

Somente após esse período a CET passará a autuar os motociclistas que desrespeitarem a regulamentação. A infração tem gravidade média, com 4 pontos na CNH e multa no valor de R$ 130,16.

A mesma penalidade já é aplicada ao desrespeito à restrição de trânsito de motos nas pistas expressa e central da Marginal do Tietê.

A medida de proibir a circulação de motocicletas pista expressa da Marginal Pinheiros foi anunciada pelo prefeito de São Paulo, Bruno Covas, no dia 17 de abril de 2019, quando lançou o decreto que instituiu o Plano de Segurança Viária 2019-2028, chamado de “Vida Segura”.

Foi a primeira ação anunciada e prevista no plano pois, de acordo com a prefeitura, essa medida já deu resultados positivos na pista central da Marginal do Tietê. Relembre: Bruno Covas apresenta Plano de Segurança Viária e como primeira medida proíbe motocicletas na pista expressa da marginal Pinheiros

Dados da CET apontam que o corredor da Marginal Pinheiros contabilizou, em 2018, dez acidentes fatais envolvendo motos. A Companhia também aponta assinala alta de 17,7% no número de motociclistas mortos no trânsito paulistano, de 2017 (311 fatalidades) para 2018 (366).

Para o secretário municipal de Mobilidade e Transportes, Edson Caram, “onde a velocidade é maior, quem está em uma moto fica mais vulnerável”. Além disso, ele afirma, “a pista expressa da Marginal é uma via de trânsito rápido, com tráfego intenso. Por isso, para preservar a segurança dos motociclistas, a circulação desses veículos deve ocorrer somente na pista local.

Em fevereiro a CET realizou algumas ações junto aos motociclistas, orientando os que transitavam pelo sentido Castelo Branco da Marginal do Rio Pinheiros a usarem, preferencialmente, a pista local. Relembre: Motoqueiros são orientados a usar pista local da Marginal Pinheiros

ONDE SERÁ A PROIBIÇÃO

Segundo comunicado da Prefeitura, a proibição à circulação das motocicletas na pista expressa da Marginal Pinheiros abrangerá o trecho entre a Ponte Transamérica até cerca 300 metros antes da Ponte Fepasa, na junção com a proibição já existente na pista expressa da Marginal Tietê no sentido da Rodovia Ayrton Senna.

A sinalização será composta de 85 placas de regulamentação (com o aviso “Proibido Motocicletas”) e de advertência, instaladas antes de pontes, viadutos e transposições (passagem de uma pista à outra) de acesso à pista expressa.

A partir de 20 de maio, motociclistas que estejam na Marginal Pinheiros e desejem acessar a Rodovia Castello Branco devem seguir pela pista local até a Ponte dos Remédios para fazer o retorno para entrar na estrada.

COMO FOI NA MARGINAL TIETÊ

A primeira restrição à circulação de motos na Marginal Tietê ocorreu na pista expressa, em ambos os sentidos, e começou em agosto de 2010.

No sentido Ayrton Senna, as motos não podem trafegar na pista expressa, de 300 metros antes da Ponte Nova Fepasa até a Ponte Deputado Ricardo Izar (Tatuapé).

No sentido Castelo Branco a proibição de circulação na expressa vale de 400 metros antes da Ponte Deputado Ricardo Izar (Tatuapé) até a Ponte Atílio Fontana (Anhanguera).

Em maio de 2017 entrou em vigor a restrição para motos na pista central da Marginal Tietê durante a madrugada, também em ambos os sentidos. O horário de restrição é das 22h às 5h.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

 

Comentários

  1. Josias Rodrigues de Almeida Junior disse:

    Bom dia

    Pela informações do jornalismo a prefeitura proíbe motociclista na marginal pinheiros pelo aumento de índice de morte nesta via , ai fica as duvidas , fazendo uma comparação entre uma reportagem e a decisão da prefeitura sobre esta proibição, dizem que a maioria das morte dos motociclista na via seria pela velocidade , mais na reportagem comentou que morreu mais motociclista que pedestres , tirando duas partes distintas dos assuntos envolvidos entra a duvida , se morrem mais motociclista que pedestres por causa da velocidade , qual seria a velocidade ideal ? , menor que a dos pedestres?
    Pois a na reportagem morrem 2018 366 motociclista e 344 pedestres , entre essas duas vitimas existem um terceiro “carro”.
    Outra coisa ou seria para maior arrecadação com multas pois na marginal pinheiros quase todos radares não pegam motos, mais a pista local todos radares já pegam.

  2. Bruna disse:

    No meu ponto de vista morrem mais motociclistas devido ao fato de os mesmos costurarem o trânsito e estarem mais proximos dos veiculos do que os pedestres. Ainda, o número de pedestres que transitam nas vias expressas é menor do que o de motociclistas. Acredito que são fatos diferentes, o objetivo da comparação é só para quantificar.

  3. Alysson Lourenço disse:

    Balela…o radar da local pega moto o da expressa não. Por isso estão obrigando as motos na local “arrecadação”.

  4. Thadeu Araujo disse:

    Senhores, esse retorno na porte dos remédios para acessar a Castelo BRanco é péssimo e muito perigoso, o local é escuro e com alto indice de roubo, que medida ridícula, lamentável.

  5. ale disse:

    “Arapuca eletrônica” – É a velha história do sofá
    e o marido traído. O certo era deixar um corredor exclusivo para motos.com radares específicos. A grande maioria de motociclistas tendem a respeitar as normas de trânsito. Por conta de alguns poucos, “retiram o sofá da sala”. Vejo essa posição dos responsáveis pelo trânsito de São Paulo como sendo discriminatória. Passei pelas marginais e achei as informações através de placas indicativas bem deficientes. Qualquer motociclista que venha de outra localidade vai com certeza.ser autuado pelas câmeras e seus operadores.

  6. Crimson Frost disse:

    Como acabar com a morte de motociclista na nossa via? Vamos proibir motociclistas na nossa via.

Deixe uma resposta para Bruna Cancelar resposta