Niterói inicia operação do corredor TransOceânica

Foto: Willian Aquino

Inauguração foi na manhã deste sábado, às 10 horas. Por painéis de Led, empresa Cittamobi informará o horário de ônibus em tempo real das três novas linhas do sistema BHLS

ALEXANDRE PELEGI

Foi inaugurado em Niterói, Rio de Janeiro, neste sábado, 27 de abril de 2019, às 10h:00, o corredor TransOceânica, como já havia noticiado o Diário do Transporte há dez dias.

Relembre: Niterói anuncia operação de corredor da TransOceânica para 27 de abril

Para o Secretário municipal de Urbanismo, Renato Barandier, um dos diferenciais do novo corredor, obra esperada há tempos pela população niteroiense, está no sistema de informação ao usuário, além dos detalhes operacionais que permitirão uma redução no tempo de percurso em cerca de 30% beneficiando 125 mil pessoas diariamente.

Barandier destaca que todas as 13 estações do BHLS (Bus with High Level of Service), como é qualificado o sistema de ônibus, terão câmeras de segurança, painéis que informarão o tempo de chegada de cada ônibus, onde os usuários poderão acompanhar a localização dos coletivos no mapa, além de bicicletário com 10 vagas.

“Um dos diferenciais das estações inteligentes é que todas contam com painéis que informarão o tempo de chegada de cada ônibus. Desta forma, os usuários poderão acompanhar a localização dos coletivos no mapa, tendo confiabilidade no tempo de chegada de cada linha”, disse também Barandier.

O PMV – Painel de Mensagens Variáveis é um dos toques de modernidade do projeto.

A empresa CittaMobi, mais conhecida pelo seu aplicativo de mesmo nome, processará as informações das três novas linhas do sistema BHLS no corredor da TransOceânica e vai informar o horário de ônibus em tempo real nos painéis do corredor da TransOceânica.

Painel de Led: empresa Cittamobi informa o horário de ônibus em tempo real das três novas linhas do sistema BHLS

Todas as estações desse corredor terão painéis de led, especialmente desenvolvido para o projeto, para a população consultar informações das linhas e as previsões do tempo de chegada, calculado pelo CittaMobi em tempo real. O CittaMobi processará as informações dos diferentes sistemas de gestão de frotas existentes para obter dados necessários para calcular os tempos”, afirma Fernando Matsumoto, representante do CittaMobi.

O CittaMobi está pronto para processar dados de diversos sistemas e transformá-los em informações para os passageiros. Nosso lema é tornar a mobilidade urbana acessível para todos, o tempo todo”, afirmou. “Com a informação da previsão de chegada dos ônibus, o CittaMobi resolve o principal problema indicado por 21% dos passageiros, que é esperar na parada”, complementa.

Assista à entrevista com o secretário Renato Barandier, feita nesta manhã pelo consultor Willian Aquino, durante a inauguração:

Veja galeria de fotos da inauguração:

Este slideshow necessita de JavaScript.

OBRA ESPERADA

O corredor da TransOceânica, com 9,3 quilômetros de extensão e 13 estações estende-se por 12 bairros e liga a Região Oceânica à Zona Sul de Niterói através do túnel Charitas-Cafubá.

Os novos ônibus são climatizados, têm piso na altura do passeio público e capacidade para 90 passageiros, além de acessibilidade total.

A velocidade máxima permitida para os coletivos é de 40 km/h no corredor expresso e 30 km/h nas estações.

A tarifa atual de R$ 3,90 será mantida nas demais linhas municipais.

Comunicado da prefeitura destaca que os ônibus do corredor terão portas dos dois lados “para também circularem pelas ruas e avenidas que não contam com a via exclusiva”. Ainda de acordo com a prefeitura, “Niterói é a única cidade do Estado do Rio com esse modelo de transporte”.

A migração dos ônibus municipais para a pista exclusiva acontecerá de forma gradual”, continua a nota.

Nesta primeira fase, serão criadas três novas linhas, com 43 ônibus automáticos no sistema BHLS, que seguirão até o Centro via túnel Charitas-Cafubá: Oceânica 1 (Piratininga x Centro), Oceânica 2 (Itaipu x Centro) e Oceânica 3 (Itaipu x Centro via Engenho do Mato). Não haverá necessidade de baldeação, já que dos pontos finais (em Itaipu e Piratininga) até acessar a via expressa, os coletivos continuarão fazendo o itinerário atual, atendendo os passageiros nos pontos já utilizados”.

Conforme noticiado pelo Diário do Transporte há duas semanas, foi realizado o primeiro treinamento dos motoristas que conduzirão os ônibus do TransOceânica.

Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2019/04/14/motoristas-de-onibus-da-transoceanica-passam-por-treinamento-em-niteroi-rj/

Confira como será a operação do novo corredor, de acordo com a Prefeitura:

As novas linhas Oceânicas, que seguirão até o Centro de Niterói, irão substituir as linhas 38 (Itaipu), 39 (Piratininga) e 39B (Piratininga x Charitas) e 38B (Itaipu x Charitas).

Continuam em operação na Região Oceânica, sem passar pelo túnel Charitas-Cafubá, as seguintes linhas: 38A (Itaipu x Centro via Largo da Batalha), 39A (Piratininga x Centro via Largo da Batalha); 46 (Várzea das Moças x Centro via Largo da Batalha e Praia de Icaraí), 52 (Baldeador x Itaipu via Largo da Batalha) 54 (Sapê x Piratininga), 55A (Várzea X Piratininga). Apenas a linha 52A (Baldeador X Itaipu via túnel Charitas-Cafubá) sofrerá alteração. O novo trajeto será feito entre o Baldeador e Charitas.

As três novas linhas que entrarão em operação manterão o itinerário atual até acessar o corredor viário, evitando a necessidade de baldeação e pegando os passageiros nos pontos já utilizados. Diferentemente do que ocorre no sistema BRT, os coletivos não trafegarão apenas no leito do corredor expresso. Circularão também pelas ruas e avenidas que não contam com a via exclusiva.

ESTAÇÕES BHLS

O corredor viário conta com 13 estações, sendo duas reguladoras e 11 intermediárias:

Estação Charitas

Estação Cafubá

Estação Lagoa de Piratininga

Estação Piratininga

Estação Maralegre

Estação Comércio Central

Estação Santo Antônio

Estação Vila São Pedro

Estação Morro da Peça

Estação Maravista

Estação Praça Central

Estação Boa Vista

Estação Engenho do Mato

NOVAS LINHAS DE ÔNIBUS (Via túnel Charitas-Cafubá)

Oceânica 1 (Piratininga x Centro)

Oceânica 2 (Itaipu x Centro)

Oceânica 3 (Itaipu x Centro via Engenho do Mato)

LINHAS DE ÔNIBUS MANTIDAS

38A (Itaipu x Centro via Largo da Batalha)

39A (Piratininga x Centro via Largo da Batalha)

46 (Várzea das Moças x Centro via Largo da Batalha e Praia de Icaraí)

52 (Baldeador x Itaipu via Largo da Batalha)

54 (Sapê x Piratininga)

55A (Várzea X Piratininga)

LINHAS DE ÔNIBUS EXTINTAS

38 (Itaipu)

39 (Piratininga)

39B (Piratininga x Charitas)

38B (Itaipu x Charitas)

LINHA DE ÔNIBUS COM ALTERAÇÃO NO TRAJETO

52A (Baldeador x Itaipu via túnel Charitas-Cafubá)

Novo trajeto será feito entre o Baldeador e Charitas.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

9 comentários em Niterói inicia operação do corredor TransOceânica

  1. Clayton Oliveira Da Silva // 27 de abril de 2019 às 18:16 // Responder

    TUDO POLÍTICA PARA SUPER FATURAR COM OBRA E GANHO DE VOTO A CUSTA DOS BURROS!!! SE QUISESSE MELHORAR, ERA SÓ ASFALTAR TUDO COMO FOI FEITO, E AO INVÉS DE CORREDOR DE ÔNIBUS, FARIA UMA CICLOFAIXA EM TODA A EXTENSÃO! A TRANSOCEANICA, SERIA UM CORREDOR PARA BICICLETAS, O QUE SERIA BOM PARA A SAÚDE MEIO AMBIENTE, E SERIA RÁPIDO DO MESMO JEITO! NOTEI, O GRANDE NÚMERO DE CICLISTAS, QUE SE DESLOCARAM PARA AS ADJACÊNCIAS,, SÃO FRANCISCO, ICARAÍ E CENTRO, USANDO O CORREDOR, QUANDO OS ONIBUS AINDA NÃO PASSAVAM! AGORA, PARE E PENSE:🤔 BHLS CIRCULANDO A 40KM/h, VÁRIAS LINHAS CIRCULANDO NO CORREDOR, TRÂNSITO MAIOR DE VEÍCULOS EM SÃO FRANCISCO, VÁRIOS SEMÁFOROS AO LONGO DA VIA…VAI DAR NO MESMO, NO FINAL DAS CONTAS, JÁ QUE O MAIOR PROBLEMA DO TRÂNSITO É EM SÃO FRANCISCO, ICARAÍ E NO CENTRO!

  2. PURA POLITICAGEM. NÓS QUE MORAMOS AQUI E CONVIVEMOS 5 ANOS COM A MOROSIDADE, INCOMPETÊNCIA E A FALTA DE RESPEITO COM TRANSEUNTES, COMERCIANTES E CICLISTAS ‘É QUE SABEMOS A REALIDADE DESTA OBRA INÚTIL.. . GASTARAM O NOSSO DINHEIRO PARA NADA. NAO TEMOS UMA CICLOVIA PARA SAIR DE ITAIPU E CHEGAR DO OUTRO LADO DE CHARITAS. FIZERAM UM PEDACINHO DE CICLOVIA PERTO DO TUNEL. E PARA CHEGAR ATÉ LÁ ? AS BICICLETAS SE ARRISCAM NA PISTA NORMAL, SE ESPREMENDO ENTRE OS CARROS.ALIÁS ESTAVAM USANDO O CORREDOR . SEM FALAR NAS CALÇADAS QUE EM ALGUNS PONTOS NAO RESPEITAM A LARGURA PARA DEFICIENTES PASSAREM, POSTES RETIRADOS DEPOIS DA PISTA ASFALTADA, UM TAL DE QUEBRAR E FAZER NOVAMENTE. UM DESPERDÍCIO DO NOSSO DINHEIRO. SÓ QUEM acompanhou O dia a dia sabe a vergonha que foi. POR QUE NAO FIZERAM UM METRO, UM VEÍCULO SOBRE TRILHOS, OU UMA PISTA SOMENTE PARA TODOS OS ONIBUS? AS OUTRAS LINHAS VAO CONTINUAR ENGARRAFANDO O TRANSITO. LEVAMOS 1 HORA E 30 MINUTOS DE CARRO DE ITAIPU AS BARCAS DE NITEROI. O TUNEL DE CHARITAS DEPOIS DE 7:30 FICA TODO ENGARRAFADO, CHARITAS ATÉ SAO FRANCISCO IDEM, O TÚNEL DE SAO FRANCISCO PARA. UM INFERNO.STRESS DIÁRIO. NAO ESTÁ DANDO MAIS PARA ANDAR NESSA CIDADE. EM QQ HORÁRIO., ENGARRAFAMENTO PRA TODOS OS LADOS. E AINDA POR CIMA QUEREM GANHAR DINHEIRO COM ESTACIONAMENTO ROTATIVO E A CICLOVIA DE SAO FRANCISCO FECHA PARA ESTACIONAMENTO. SÓ EM NITEROI MESMO.
    SECRETÁRIO, VIAJE PARA AMSTERDÃ PARA VER UMA CIDADE PLANEJADA PARA BICICLETAS. OU MELHOR, COLOQUE SEUS ENGENHEIROS PARA FAZER UM CURSO NO JAPÃO, ONDE EM 1 SEMANA ELES REFIZERAM UM ENORME PEDAÇO DE RUA QUE AFUNDOU.
    SERIA MUITO MELHOR PARA NÓS QUE PAGAMOS ALTÍSSIMO IPTU, INVESTIR NOSSO DINHEIRO NO BÁSICO DE INFRAESTRUTURA. LIMPAR OS BUEIROS, DESUNTUPIR AS CAIXAS DE AGUAS PLUVIAIS, CONSERTAR AS CALÇADAS QUE ESTÃO UMA VERGONHA, PODAR E SUPRIMIR ARVORES, CAPINAR, LIMPAR E ASFALTAR UMA PORRADA DE RUAS QUE VERGONHOSAMENTE ESTÃO ATÉ HOJE CONVIVENDO COM LAMA E BURACOS. ISSO SIM SERIA UMA BOA GESTÃO DOS NOSSOS RECURSOS. MINHA MAE MORA NO INGÁ E HÁ ANOS NINGUEM APARECE PARA FAZER LIMPEZA E MANUTENÇÃO DAS CAIXAS DE PASSAGEM DE AGUAS PLUVIAS. PODAR UMA ÁRVORE? QUASE DOIS ANOS ESPERANDO.
    MAS O POVO ESTÁ ACORDANDO E VAI LEMBRAR DE VCS NAS PRÓXIMAS ELEIÇÕES. SOMENTE ATRAVES DO VOTO PODEMOS FAZER UMA FAXINA.

  3. A linha 52A deveria ser mantida fazendo o mesmo itinerário, com o fim de continuar atendendo os passageiros que se deslocam de Maria Paula e Pendotiba para o Cafubá e Piratininga e vice-versa.

  4. Os moradores de Maria Paula, Matapaca, Vila Progresso, Muriqui e bairros adjacentes necessitam urgentemente de uma linha de ônibus que faça o itinerário BALDEADOR – CENTRO (via São Francisco/praia de Icaraí/Ingá). O itinerário da linha 35 (Baldeador – Centro, via Santa Rosa) não atende por completo às necessidades de deslocamento dos milhares de moradores dessa região de Pendotiba, que diariamente precisam acessar outros bairros da zona sul de Niterói, obrigando-os a gastar mais dinheiro pagando outras passagens e a consumir mais tempo em seus deslocamentos, prejudicando assim a sua qualidade de vida.

  5. Alexandre Gastão // 28 de abril de 2019 às 07:43 // Responder

    Um belo acesso para o caos! A Região Oceânica está em estado de abandono há muito tempo. Ruas de terra constando como asfaltadas na Prefeitura enquanto verbas são desviadas. Calçadas intransitáveis na Av. Central, ruas inundadas em dia de chuva e o mato tomando conta de onde seriam calçadas. O maior problema de Niterói tem sido os prefeitos. Azar nosso… e Rodriguinho voltou.

  6. Essa é a famosa “vai de lugar nenhum para nenhum lugar”. Chegando em Charitas tem-se que pegar outro onibus para o centro. Se a lava jato fizer uma fiscalização nessa obra, o prefeito volta para o lugar de onde não deveria ter saído.

  7. Katia da S Campos // 28 de abril de 2019 às 19:43 // Responder

    Parabéns!!!! Um trabalho maravilhoso. Espero que de super certo !!!! pra calar a boca desse pessoal do contra que não estão acostumado com o progresso. Pessoal das cavernas!!!

  8. Amigos, bom dia.

    Pela maioria dos comentários supra; mais um desperdício do dinheiro do contribuinte.

    Pode ser e ter nome bonitinho; mas pelo vista na prática nada muda.

    Ou mais um igual ou pior do que o BRT do R.J.?

    Barsilllllll

    Att,

    Paulo Gil

  9. Maria das Graças Scheuermann // 30 de maio de 2019 às 12:10 // Responder

    Adorei o trabalho e a vida. Acredito que serão necessários álguns ajustes e um novo momento para pessoas como eu que estão na 3a.idade e necessitam de transporte público e não pode pedalar.👏👏

Deixe uma resposta