Após fim da chuva, capital paulista registra quatro pontos de alagamento

Fortes chuvas causam alagamento em São Paulo. Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Três locais estão intransitáveis, segundo informações do CGE

JESSICA MARQUES

Após o fim da chuva que atingiu a Região Metropolitana desde a noite deste domingo, 10 de março de 2019, a capital paulista está com quatro pontos de alagamento. Segundo informações do CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências), três dentre os locais estão intransitáveis.

Por volta de 14h30, a Avenida Raimundo Pereira de Magalhães ainda apresenta interdição em ambos os sentidos, próximo ao número 1.600. O problema ocorre desde às 8h.

Os outros pontos de alagamento são na Avenida Henry Ford, na Mooca, e na Rua Guamiranga, na Vila Prudente.

Por sua vez, na Avenida São João, em Pinheiros, próximo à Alameda Glete, o ponto de alagamento está transitável, segundo o CGE.

O ABC Paulista também registra interdições nesta tarde. Na Rua Afonsina, na região de Rudge Ramos, em São Bernardo do Campo, ainda há pontos de alagamentos.

A linha 10-Turquesa da CPTM, entre Brás e Rio Grande da Serra, ainda está paralisada em toda a extensão, sem previsão de retomada da circulação dos trens.

Relembre: Linha 10-Turquesa da CPTM ainda fechada e trólebus no Corredor ABD com atrasos

Jessica Marques para o Diário do Transporte

 

1 Trackback / Pingback

  1. Prefeitura de São Paulo cria comitê de crise para acompanhar chuvas – Diário do Transporte

Deixe uma resposta