Aplicativo permite venda embarcada de passagens de ônibus

A ferramenta permite também a emissão do Bilhete de Passagem Eletrônico (BP-e) durante a viagem. Foto: Alexandre Pelegi

Guichê Estrada está disponível para smartphones Android

JESSICA MARQUES

O Guichê Virtual, aplicativo para venda de passagens de ônibus pela internet, lançou nesta semana a ferramenta Guichê Estrada, que permite a venda embarcada de passagens de ônibus pelo motorista ou cobrador.

O novo aplicativo permite também a emissão do Bilhete de Passagem Eletrônico (BP-e) durante a viagem.

O aplicativo está disponível para smartphones Android e não precisa de internet após a abertura da viagem.

“As empresas de ônibus que utilizam o aplicativo podem definir o trajeto, preços, descontos, formas de pagamento e ter acesso ao relatórios em tempo real”, disse Thiago Carvalho, CEO do Guichê Virtual, em nota.

A Transdata também lançou uma ferramenta que emite BP-e (Bilhete de Passagem Eletrônico), voltada para o sistema rodoviário.

Relembre: Transdata lança ferramenta que emite Bilhete de Passagem Eletrônico

LEGISLAÇÃO

O Governo de São Paulo publicou em 14 de setembro de 2018 o decreto 63.706, que obriga que as empresas de ônibus rodoviários de linhas intermunicipais e interestaduais com origem e destino no Estado emitam bilhetes eletrônicos de passagens.

O decreto também vale para as viagens feitas de trens e por meios aquaviários, quando houver oferta deste tipo de transporte. Os bilhetes vão valer como documento fiscal.

O decreto já está em vigor, mas uma Portaria CAT (Coordenador da Administração Tributária) vai ainda determinar quando as empresas efetivamente terão de começar as emissões eletrônicas. A estimativa é que a obrigatoriedade comece em janeiro do ano que vem para as linhas interestaduais e entre junho e julho para os trajetos intermunicipais.

Relembre: Empresas de ônibus rodoviárias serão obrigadas a emitir passagens eletrônicas em São Paulo

Jessica Marques para o Diário do Transporte

3 comentários em Aplicativo permite venda embarcada de passagens de ônibus

  1. Será que isso não conflita com os aplicativos que fazem uso do Monitrip não? Sei que há algumas operadoras que usam o Monitriip para realização de viagens, e isso já faz uso de um celular para isso.

  2. Amigos, bom dia,

    Dentre o zilhao de leis, soma-se mais uma.

    E incrivel, mas nao e para facilitar a bilhetagem ou os usuarios.

    E para aumentar a eficiencia do controle tributario.

    Trabalhar nao, tributar Sim.

    MUDA BARSIL.

    Att,

    Paulo Gil

  3. Não há conflito com o Monitriip. São aplicativos distintos.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: