Doria diz que entre hoje e amanhã, Baldy anuncia aumento nas tarifas do Metrô e da CPTM e critica França

Doria em reunião com secretários nesta quarta-feira. Foto: Divulgação

Valor deve ser o mesmo do que será cobrado pelos ônibus municipais de São Paulo, como tem ocorrido habitualmente. O vice-governador Rodrigo Garcia também criticou a decretação de caducidade do contrato de construção da linha 6- Laranja

ADAMO BAZANI

O governador recém-empossado de São Paulo, João Doria, disse em entrevista coletiva no início da tarde desta quarta-feira, 02 de janeiro de 2018, que até esta quinta-feira, 03, o secretário de transportes metropolitanos, Alexandre Baldy, anuncia os novos valores das tarifas do Metrô e da CPTM.

Também devem ser anunciadas novas tarifas nos ônibus intermunicipais gerenciados pela EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos.

Doria criticou o fato de o ex-governador Marcio França não ter anunciado o reajuste juntamente com a prefeitura.

“Foi falta de coragem do ex-governador não fazer aquilo que outros governadores fizeram, mesmo em final de mandato. Já estava acertado com a prefeitura. O Bruno Covas fez a parte dele. Não foi um gesto correto” – disse Doria, que ainda complementou que aquele vazamento do valor de R$ 4,25 teria partido da equipe de França. O valor não se confirmou.

Ouça:

No dia 28 de dezembro de 2018, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas, anunciou o reajuste da tarifa dos ônibus municipais de R$ 4,00 para R$ 4,30 a partir de 07 de janeiro de 2019 e o vale-transporte para R$ 4,57 a partir de 07 de fevereiro.

O valor das tarifas do sistema sobre trilhos deve ser o mesmo do que será cobrado pelos ônibus municipais de São Paulo, como tem ocorrido habitualmente

LINHA 06-LARANJA DO METRÔ:

O vice-governador Rodrigo Garcia também criticou a decretação de caducidade do contrato de construção da linha 6- Laranja do Metrô, que tem obras paradas desde setembro de 2016.

Relembre

https://diariodotransporte.com.br/2018/12/31/metro-recebe-r-1293-milhoes-para-cuidar-de-obras-paradas-da-linha-06-laranja-do-metro/

Garcia disse que a transição entre a gestão França e a atual não foi a melhor possível e que muitas decisões a nova equipe soube pelo Diário Oficial e imprensa.

Ouça:

SUBSÍDIOS AOS ÔNIBUS EM SÃO PAULO:

Como revelou o Diário do Transporte, um estudo da prefeitura de São Paulo mostra que, sem subsídios, a tarifa de ônibus na cidade de São Paulo poderia chegar a R$ 7,01, contando também os custos de infraestrutura do sistema, ou, R$ 6,54 levando em conta apenas os gastos operacionais.

Neste ano de 2019, os subsídios devem ser semelhantes a 2018, de cerca de R$ 3 bilhões.

Na conta estão incluídas as gratuidades para idosos com 60 anos ou mais, estudantes que contam com passe-livre, pessoas portadoras de deficiência e as integrações por meio do Bilhete Único.

Veja os dados completos, incluindo salários, percentual de gratuidades, pagamentos em dinheiros e custo por categoria de ônibus neste link:

EXCLUSIVO: Sem subsídios ao transporte, passageiro de ônibus em São Paulo pagaria uma tarifa de R$ 7,01, diz gestão Bruno Covas em relatório

TARIFAS DE ÔNIBUS NA CIDADE DE SÃO PAULO:

Tarifa Comum de Ônibus Não Integrada com Metrô/CPTM: de R$ 4,00 para R$ 4,30

Tarifa Comum de Ônibus (Estudante com Desconto) Não Integrada com Metrô/CPTM: R$ 2,15

– 4 utilizações em 3h (Comum) ou 2h (VT e Escolar) – Durante a semana

Nos domingos e feriados: até 4 utilizações em 8 horas ( Bilhete Comum pré-carregado com última carga igual ou superior a 4 tarifas) – Bilhete de Estudante não é aceito aos domingos

Vale-Transporte: De R$ 4,00 para R$ 4,57 (a partir de 07 de fevereiro – Em trinta dias contados a partir de 07 de janeiro de 2019, a tarifa do Vale Transporte passará a ser de R$ 4,57, tendo o mesmo efeito considerado na tarifa integrada do Vale Transporte com o sistema de trilhos).

Tarifa Comum de Ônibus Integrada com Metrô/CPTM: de R$ 6,96 para R$ 7,21

4 utilizações em 3h (Comum) ou 2h (VT e Escolar), sendo 1 no sistema de Trilhos nas 2 primeiras horas – Durante a semana

Utilizações em 8 horas, sendo 1 no sistema de Trilhos realizada nas 2 primeiras horas (Bilhete Comum précarregado com última carga igual ou superior a 4 tarifas) ) – Bilhete de Estudante não é aceito aos domingos

Tarifa Comum de Ônibus (Estudante om Desconto) Integrada com Metrô/CPTM: de R$ 4,00 para R$ 4,15

Bilhete Único 24 Horas Não Integrado com Metrô/CPTM: De R$ 15,30 para R$ 16,40

Bilhete Único 24 Horas Integrado com Metrô/CPTM: De R$ 20,50 para R$ 21,20

Bilhete Único Mensal (31 dias) Não Integrado com Metrô/CPTM: De R$ 194,30 para R$ 208,90

Bilhete Único Mensal (31 dias) Integrado com Metrô/CPTM: De R$ 307,00 para R$ 318,00

TARIFAS DE ÔNIBUS NA GRANDE SÃO PAULO:

Santo André: De R$ 4,40 para R$ 4,75 e Vale-Transporte de R$ 5,50 para R$ 5,95 – 06 de janeiro de 2019

Santo Bernardo do Campo: De R$ 4,40 para R$ 4,75 – 01º de janeiro de 2019

Diadema: De R$ 4,40 para R$ 4,65 – 6 de janeiro de 2019.

Osasco: De R$ 4,35 para R$ 4,50 – 01º de janeiro de 2019

Itapevi:  De R$ 4,35 para R$ 4,50. – 01º de janeiro de 2019

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

5 comentários em Doria diz que entre hoje e amanhã, Baldy anuncia aumento nas tarifas do Metrô e da CPTM e critica França

  1. Cássio Rogério Sabino // 2 de janeiro de 2019 às 13:11 // Responder

    A Tarifa em São Paulo não vai para R$ 4,30 ???

  2. Como sempre pagamos a conta da corrupção, ate quando?

Deixe uma resposta para Cássio Rogério Sabino Cancelar resposta

%d blogueiros gostam disto: