Passagem de ônibus de Belo Horizonte sobe para R$ 4,50 a partir de domingo

Acordo firmado entre as partes exige a contratação de cobradores ainda em janeiro de 2019. Foto: Divulgação / BHTrans

Prefeitura e empresários entraram em acordo para haver reajuste e compromisso com melhorias no transporte público da capital mineira

JESSICA MARQUES

A passagem de ônibus de Belo Horizonte sobe para R$ 4,50 a partir deste domingo, 30 de dezembro de 2018. A Prefeitura e os empresários de ônibus da capital mineira entraram em acordo para haver reajuste e compromisso com melhorias no transporte público da cidade.

O reajuste será de R$ 0,45, pois atualmente a tarifa de ônibus está em R$ 4,05. Nesta quarta-feira, a BHTrans (Empresa de Transportes e Trânsito de Belo Horizonte) estabeleceu um acordo com o Setra-BH (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte) para viabilizar o aumento.

Não é somente a tarifa comum que vai subir. O preço da passagem dos ônibus suplementares, que atualmente está em R$ 0,90, subirá para R$ 1. As tarifas de R$ 2,85 vão para R$ 3,15 e o táxi-lotação de R$ 4,45 para R$ 5.

Segundo informações do portal Estado de Minas, o acordo firmado entre as partes exige a contratação de cobradores ainda em janeiro de 2019, além da renovação da frota no primeiro quadrimestre do próximo ano.

O que foi acordado entre as partes inclui a entrega de 300 novos ônibus com ar-condicionado e a contratação de 500 cobradores a partir do início do ano que vem.

Outro item acertado é que em janeiro haverá a publicação de um edital de contratação de projeto para faixas exclusivas de ônibus na capital. De acordo com o presidente da BHTrans, Célio Bouzada, serão cerca de 50 quilômetros distribuídos pela capital mineira.

CAIXA-PRETA

O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, convocou a imprensa na última sexta-feira, dia 21 de dezembro de 2018, para revelar os resultados da auditoria realizada pela empresa Maciel Consultores sobre o que ele próprio convencionou chamar de “caixa-preta” da BHTrans.

Relembre: Kalil abre “caixa-preta” dos transportes de BH e se surpreende com tarifa a R$ 6,35

Além de não encontrar irregularidade nos contratos firmados entre a BHTrans e as empresas de ônibus, os cálculos e análises dos auditores levaram à conclusão de que a tarifa de ônibus na capital mineira deveria custar hoje R$ 6,35.

O último reajuste da tarifa (9,04%) ocorreu em dezembro de 2016. Quando as empresas que prestam o serviço de transporte solicitaram um novo reajuste, a prefeitura condicionou qualquer aumento à análise das contas do sistema.

Na ocasião, a Prefeitura de Belo Horizonte já havia proposto às empresas de ônibus um reajuste de 11% no valor da passagem. Com isso, o valor passaria a ser de R$ 4,50. Entretanto, as empresas solicitaram um percentual maior, que não foi aceito na ocasião.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

 

 

1 comentário em Passagem de ônibus de Belo Horizonte sobe para R$ 4,50 a partir de domingo

  1. João Luís Garcia // 26 de dezembro de 2018 às 13:48 // Responder

    Não entendo os empresários de BH, porque aceitaram essa tarifa ?
    A empresa de auditoria contratada pela própria prefeitura chegou ao valor de R$ 6,35
    Ainda deverão contratar Cobradores e renovar a frota em 2019
    Falta posicionamento por parte da classe patronal, era a hora de exigir o valor correto
    Com isso a classe patronal ( em sua grande maioria ) infelizmente acaba por aceitar mais uma vez as migalhas oferecidas pelos políticos e o que é pior, ainda veremos o Exmo Sr Prefeito dar entrevistas aos meios de comunicação dizendo que não concedeu o aumento solicitado pelos empresários e exigiu a renovação e a contratação dos cobradores

2 Trackbacks / Pingbacks

  1. Ônibus metropolitanos e intermunicipais de Minas Gerais têm reajuste na tarifa a partir de sábado – Diário do Transporte
  2. Ministério Público instaura inquérito para apurar reajuste de tarifa em Belo Horizonte – Diário do Transporte

Deixe uma resposta para João Luís Garcia Cancelar resposta