Ribeirão Preto começa a multar motoristas que desrespeitarem faixa exclusiva de ônibus

Foto: Alfredo Risk (Tribuna / Ribeirão Preto)

Com a inauguração de novo terminal de ônibus no centro da cidade, faixa exclusiva serve a 30 linhas de ônibus, que atendem a mais de 17 mil usuários por dia

ALEXANDRE PELEGI

A Empresa de Trânsito e Transporte Urbano de Ribeirão Preto – Transerp, interior de São Paulo, passa a multar nesta segunda-feira, dia 22 de outubro de 2018, os motoristas que ocuparem a faixa exclusiva de ônibus localizada na região central da cidade.

A faixa, localizada na rua Américo Brasiliense, se estende entre as ruas José Bonifácio e Visconde de Inhaúma, e foi inaugurada no mês de setembro, juntamente com a inauguração do Terminal Praça das Bandeiras. Relembre: Ribeirão Preto ganha faixa exclusiva para ônibus

Anteriormente prevista para a semana anterior, dia 15, a autuação foi substituída por ações de orientação aos motoristas.

A Estação Praça das Bandeiras, com três plataformas de embarque e desembarque de passageiros, foi inaugurada no dia 7 de setembro no centro da cidade, portanto há pouco mais de um mês. Com isso, 30 linhas de ônibus passaram a operar pela rua Américo Brasiliense, a uma média de 80 ônibus por hora, atendendo a mais de 17 mil usuários por dia.

Para garantir fluidez ao transporte coletivo, e disciplinar o trânsito no entorno do novo terminal, o Departamento de Trânsito da Transerp implantou nova sinalização. O objetivo principal, no entanto, é possibilitar menor tempo de viagem e regularidade no serviço do transporte coletivo.

A faixa exclusiva está situada do lado direito da rua Américo Brasiliense, sinalizada com pintura no pavimento e placas de regulamentação. O lado esquerdo tem placas que indicam a proibição de parada e estacionamento.

Para carga e descarga de materiais, os comerciantes deverão utilizar as ruas transversais à rua Américo Brasiliense, todas já sinalizadas e preparadas para a operação.

A multa para quem desrespeitar a faixa de ônibus está prevista no Código de Trânsito Brasileiro, e é considerada infração gravíssima, com multa de R$ 293,47 e a perda de sete pontos na CNH.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: